Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

58% dos brasileiros desejam abrir o próprio negócio

58% dos brasileiros desejam abrir o próprio negócio
14:00 pm ,24 de fevereiro de 2016

Mais da metade dos brasileiros desejam abrir seu próprio negócio, constatação que posiciona o Brasil entre os seis países que mais querem empreender no mundo. É o que aponta a pesquisa global Amway Global Entrepreneurship Report (AGER) 2015, que estuda as principais características dos empreendedores no Brasil e no mundo.

Enquanto 58% dos brasileiros desejam abrir seu próprio negócio, a média global é de 43%. Entre os principais motivos apontados por quem quer empreender estão: ser seu próprio chefe (47%), auto realização (33%) e obter renda extra (30%).

A pesquisa revela também que o interesse por empreender está relacionado a faixa etária. Os jovens, com menos de 35 anos, são os que mais querem empreender (65%). No mundo, esse número cai para 51%. “O AGER constatou que à medida que a idade sobe, o desejo de empreender diminui.  No Brasil, as pessoas de 35 a 49 anos, por exemplo, representam 61% dos que desejam empreender, número que é ainda menor no restante do mundo (47%). A partir dos 50 anos, a intenção cai ainda mais, sendo apontada por 47% dos brasileiros contra 33% no mundo”, diz Isabell M. Welpe, Prof. Doutora da Universidade Técnica de Munique (TUM), na Alemanha, que conduziu o estudo.

No entanto, dos 58% que desejam abrir seu próprio negócio, apenas 24% conseguem. O principal motivo por não empreenderem é o medo de falhar (51%) por motivos financeiros como falta de capital e falência, e ameaça da crise econômica.

Empreender com baixo custo

Um dos mercados que possibilita aos interessados empreender um negócio próprio é o de vendas diretas. No Brasil, principalmente, esse mercado é uma solução para obtenção de renda ou para complementação da renda familiar. “Na crise econômica enfrentada pelo Brasil, o mercado de vendas diretas tornou-se uma oportunidade. Na Amway é possível empreender com pouco risco, baixo custo e se tornar seu próprio chefe. Por conta disso, o número de distribuidores da Amway mais que triplicou nos últimos três anos, passando de 21 mil para cerca de 70 mil”, diz Odmar Almeida, presidente da Amway do Brasil.

Para empreender não é necessário preparação prévia e conhecimentos de gestão de um negócio. “Na Amway, damos treinamentos gratuitos de liderança, gestão do negócio próprio e princípios de Marketing, Vendas e Finanças. Todos os anos treinamos mais de 20 mil pessoas”, acrescenta Odmar.

Na Amway, empresa de vendas diretas que mais cresce no Brasil, quem empreende tem potencial de crescimento por meio da revenda dos produtos e formação de um time de distribuidores.

A pesquisa Amway Global Entrepreneurship Report (AGER) 2015 foi promovida pela Amway, maior empresa de vendas diretas do mundo. Em sua 6ª edição, foram entrevistadas 49.775 mil pessoas de 44 países. No Brasil, foram 1.034 entrevistados, com mais de 18 anos, entre os dias 18 e 30 de maio de 2015. O estudo AGER 2015 foi conduzido em parceria com a Universidade Técnica de Munique (TUM), na Alemanha. O trabalho de campo foi completado pelo Instituto Gesellschaft fuer Konsumforschung (GfK) Nuremberg, de maio a agosto de 2015.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados