Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

Scroll to top

Top

A capital espanhola: Madri #2

A capital espanhola: Madri #2
17:00 pm ,29 de novembro de 2016

por Aline Viana

No post dessa semana, trago para vocês um pouquinho mais da capital espanhola.

Pertinho da Plaza Mayor (uns dois minutos a pé) fica o Mercado de San Miguel (que está localizado na Plaza de San Miguel). Como eu já comentei aqui no Perfil, eu adoro mercados. Viajando eu aprendi que conhecer mercados gastronômicos (os tradicionais, mesmo, bem típicos e sem frescuras) é um programa que deve constar na checklist de qualquer viagem. No entanto, quando visitei o Mercado de San Miguel eu ainda não era tão atenta a isso, razão pela qual não parei em nenhuma barraquinha para comer nada. Acho uma pena. Sei que o Mercado de San Miguel é muito famoso, e com certeza é um ótimo lugar para se comer comidas típicas e muito saborosas. Por isso, mesmo sem ter provado nada lá, recomendo que você não cometa o mesmo erro que eu! Haha! Ah, e vale destacar que o Mercado de San Miguel não se restringe a comida, não! Lá tem muitas outras coisas, como souvenirs e até mesmo roupas!

Uma construção que eu achei simplesmente deslumbrante em Madri foi sua Catedral (espanhol adora um nome grande, né? E o “nome completo” da Catedral é Santa Iglesia Catedral de Santa María la Real de la Almudena – fica na Calle Bailén, 10). Gente do céu, que espetáculo!!! Digam se não é uma das igrejas mais bonitas que vocês já viram!!

Em frente à Catedral fica o Palacio Real de Madrid (Calle Bailén, s/n) – outra construção que, naturalmente, é puro luxo. Na parte oriental do Palacio Real fica a Plaza de Oriente. Alguns detalhes dela podem ser vistos nas fotos que ilustram este post.

Como vocês devem estar percebendo, Madri é cheia de construções imponentes e deslumbrantes. Nesse quesito se destaca também o Palacio de Cibeles (ou “Ceres”, deusa romana da natureza). Em frente ao Palacio fica a Fuente de Cibeles, um dos principais símbolos de Madri, que foi construída no século 18 e retrata a deusa da natureza em cima de uma carruagem puxada por leões. Quanto ao Palacio, trata-se de um edifício muito chamativo por sua beleza, que foi construído no início do século 20 e tem uma humilde extensão de 30.000 metros quadrados. A partir de 2007, o Palacio de Cibeles passou a ser a sede da Prefeitura (em espanhol, Ayuntamiento) de Madri.

Por fim, quero falar de um lugar em que se pode ter contato com a natureza, caminhar tranquilamente e dar uma relaxada: é o Parque del Buen Retiro (Plaza de la Independencia, 7), principal e maior parque da capital espanhola. Sua extensão é de 1,4 quilômetros quadrados, o que equivale a 350 hectares. Originalmente, o parque pertenceu à monarquia espanhola. Isso foi até o final do século 19, momento a partir do qual o Parque del Buen Retiro se tornou público. O parque é rico em vegetação, além de contar com fontes, um grande lago, esculturas e monumentos. Na minha opinião, também é local de passagem obrigatória para quem está na cidade! 😉

Essas são, então, as minhas dicas de Madri, cidade que me surpreendeu demais por sua beleza, pela imponência de suas construções e pela riqueza histórica e cultural. Espero que vocês também tenham gostado do nosso tour! O próximo destino é Sevilha!

Aline Viana é advogada e blogueira; divide seu tempo entre atividades jurídicas, viagens, artesanato, culinária… E compartilha suas experiências no seu blog pessoal (Beleza Tem a Ver) e no instagram (@alinevianadpatrus).

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanhaTodos os direitos reservados