Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

A expansão de negócios no mercado global como diferencial competitivo

A expansão de negócios no mercado global como diferencial competitivo
11:00 am ,19 de março de 2018

O mercado global já é conhecido por muitas empresas de grande porte baseadas nas Américas. Porém nos últimos anos as empresas também denominadas como Small and Midsized Business (SMB), ou ainda, do mercado empreendedor, estão buscando a expansão global. As apostas são altas e os sinais são positivos pois as recompensas substanciais estão ao alcance todos.

Alguns dados estão sinalizando esta tendência em particular no Brasil. O Banco Central do Brasil divulgou recentemente que investimentos de empresas brasileiras no exterior cresceram mais de 130% entre 2010 e 2016. Uma pesquisa da consultoria PWC Price Waterhouse Coopers concluiu que 55% da empresas brasileiras de faturamento superior a US$ 5 milhões preveem o aumento do volume das exportações em mais de 65% nos próximos 5 anos, além disso, a Amcham Brasil que mantém um guia de como abrir empresas nos EUA, viu o número de downloads saltar de 838 em 2014 para 4.500 no ano passado, representando uma alta de 436%.

A expansão global é uma estratégia para as empresas se destacarem da concorrência e evitar as incertezas econômicas locais, mas as vantagens para o negócio vão além de uma operação internacional. Pode-se destacar ainda como vantagens o acesso a novos mercados, a marca também passa a ter maior valorização no mercado local, a transferência de tecnologia entre profissionais multiculturais ajuda na inovação, o custo do capital muitas vezes é menor, além do acesso aos fundos de investimento.

Apesar das vantagens e da expansão global ser parte integrante da maioria das estratégias de crescimento das empresas atualmente, os desafios também são grandes. Uma pesquisa realizada pela Universidade de Harvard em 2015 identificou que as principais barreiras à expansão internacional das empresas são a falta de experiência no mercado alvo, ausência de uma rede de contatos e alto custo de uma estrutura no mercado de destino, mão de obra cara em alguns países como os Estados Unidos e a falta de domínio do idioma que prejudica a comunicação.

Fernando Figueiredo, CEO da Oaktech, empresa americana especializada em ajudar empresas no lançamento de produtos nos Estados Unidos e em outros mercados, comenta que as empresas mais bem-sucedidas hoje fazem parte do mercado global e contam com uma força de trabalho geograficamente dispersa.

“Nós da Oaktech acompanhamos diariamente em nossos clientes que reunindo pessoas de culturas diferentes e com variadas experiências de trabalho e diferentes perspectivas sobre desafios estratégicos e organizacionais os ajuda a competir no atual ambiente de negócios”, complementa Fernando Figueiredo.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados