Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

A importância da climatização em hotéis e pousadas

A importância da climatização em hotéis e pousadas
17:00 pm ,22 de dezembro de 2017

Com a chegada das férias, do verão e de altas temperaturas, a circulação em hotéis e pousadas aumentam neste período, e como saber se a climatização do estabelecimento está adequada? O Qualindoor – Departamento Nacional de Qualidade do Ar da ABRAVA – Associação Brasileira de Refrigeração, Ar-condicionado, Ventilação e Aquecimento destaca alguns pontos a serem observados pelo estabelecimento e pelo próprio hóspede em relação a climatização em hotéis e pousadas.

De acordo com Marcelo Munhoz vice-presidente do Qualindoor e executivo da Sictell, “Cada vez mais as pessoas estão confinadas em ambientes sem ventilação natural. Em hotéis e pousadas não são diferentes e é de suma importância atenção a qualidade do ar e ao conforto térmico dos usuários”

Os Hóspedes

Para que os turistas não tenham problemas com o conforto térmico e a qualidade do ar respirado em hotéis ou pousadas é preciso que se atentem para alguns detalhes como, por exemplo, a sujeira nos difusores dos equipamentos que é sinal de filtro sujo ou a falta de limpeza nos dutos de distribuição do ar condicionado. A presença de mofo localizado nas paredes ou em tetos são características de que o ambiente não possui uma renovação de ar adequada, nestes casos o Qualindoor recomenda que a administração do hotel seja acionada para o alerta e possível troca de quarto.

Da parte dos hóspedes também existem considerações a serem feitas, como manter a temperatura do equipamento na média de 23 ou 24° graus, conforme recomendação da OMS – Organização Mundial da Saúde. Aspectos como não ficar debaixo de grelhas com o vento direto no corpo, não fumar nos aposentos, não utilizar incensos ou produtos químicos para perfumar o ambiente, também garantem uma melhor qualidade do ar respirado.

Da responsabilidade do Hotel ou pousadas

De acordo com o Qualindoor, o ar condicionado é essencial em hotéis, além do conforto térmico que é de obrigação do estabelecimento, para também assegurar a qualidade do ar interno observando a filtragem, renovação, resfriamento e controle de umidade.

Além da arquitetura, comodidade e localização, a reputação de um hotel ou pousada depende do conforto proporcionado aos hóspedes durante a sua estadia, assim como a garantia da qualidade de um ar interno de boa qualidade. Alguns cuidados devem ser observados desde a concepção do projeto, passando pela escolha do sistema a ser comprado, assim como a contratação de empresas qualificadas para todas as etapas, projeto, instalação e manutenção.

No quesito manutenção, existe o Plano de Manutenção Operação e Controle (PMOC) é um plano exigido desde 1998 pela Portaria GM/MS 3523/98, que visa garantir a qualidade do ambiente e preservar a saúde das pessoas que frequentam os ambientes climatizados. Válido para proprietários, locatários e propostos, responsáveis por sistema de climatização com capacidade acima de 60.000 BTUs (British Thermal Unit – expressão em inglês que significa Unidade Térmica Britânica. BTU é uma unidade de energia, que mede a quantidade de energia necessária para elevar a temperatura). Observar e acompanhar o trabalho da empresa contratada para fiscalizar a eficácia dos serviços prestados, por meio de laudos, fotos e analises de qualidade do ar disponibilizada pela contratada.

Em hotéis ou pousadas é possível aplicar diversos sistemas para climatizar o ambiente, mas, para isso é preciso a contratação de uma empresa de projetos especializada para a escolha do
melhor sistema para o empreendimento. Existem hoje no mercado inúmeros modelos possíveis de serem utilizados como mini-splits, splits hi-wall e multi-splits, VRF e Sistemas de agua gelada, mas é necessário que sejam analisadas todas as possibilidades e necessidades, dentro do que se deseja com o melhor custo benefício para o empreendimento, como boa climatização, eficiência energética, período de validade dos equipamentos, entre outros aspectos.

A ABRAVA recomenda às boas práticas da engenharia como contratação de empresas e profissionais qualificados para qualquer tipo de serviço, mais informações no www.abrava.com.br ou no www.qaiabrava.com.br.

Momento Comunicação – assessoria de imprensa da ABRAVA

Alessandra Lopes

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados