Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

Scroll to top

Top

A relação entre o estresse e as doenças cardiovasculares

A relação entre o estresse e as doenças cardiovasculares
13:56 pm ,23 de agosto de 2016

por Cassius Frederico Martins Pereira

Pesquisas e estudos demonstram uma estreita relação do estresse com vários tipos de doenças. Pessoas que têm amplas relações sociais e contatos com pessoas, amigos, vizinhos, parentes, colegas de serviço, têm menor incidência de resfriados do que os que vivem num ambiente restrito de relacionamentos.

Na cardiologia não é diferente. Fatores de risco para doenças cardiovasculares como hipertensão arterial são mais prevalentes em pessoas com níveis de estresse maior. A consequência disso é o desenvolvimento de complicações como infarto do miocárdio e acidente vascular cerebral (AVC).

Exercícios físicos de moderada intensidade e praticados regularmente é a melhor maneira de se opor aos efeitos prejudiciais do estresse. As pessoas que regularmente fazem exercícios toleram o estresse muito melhor e não necessitam mais comer muito ou tomar grandes doses de álcool quando estão em situações de estresse afim de se acalmarem.

Reduzir o estresse não significa que você deve mudar da cidade para o campo, abandonar seu emprego, se aposentar, largar o automóvel ou mudar de profissão. Basta fazer mais exercícios físicos, aumentar seu círculo de relações, participar de atividades sociais, mudar seus horários de trânsito. O importante é ter uma vida saudável.

Cassius Frederico Martins Pereira é médico cardiologista na empresa Cardiocenter em Varginha.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanhaTodos os direitos reservados