Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

Scroll to top

Top

Água Doce utiliza programas motivacionais para driblar a crise

Água Doce utiliza programas motivacionais para driblar a crise
11:00 am ,1 de junho de 2016

Com a intenção de manter motivados e integrados centenas de colaboradores, em diferentes regiões brasileiras e, ainda, favorecer o desenvolvimento e a aquisição de conhecimento das equipes, a Água Doce – Sabores do Brasil, rede com mais de 90 restaurantes distribuídos pelo Brasil, constantemente cria programas especiais que também visem à manutenção do padrão de qualidade de seu atendimento e a ampliação do tíquete médio de consumo das mesas.

“Nós entendemos que o grande diferencial de nossa rede é a qualidade no atendimento. Por isso, investir em atividades de motivação é fundamental. Além de mobilizar os funcionários, nossa intenção é de que os concursos Mestre Cuca e Doce Mistura possibilitem momentos de troca de conhecimento nas unidades, proporcionando, por exemplo, que até garçons preparem pratos”, explica Guilherme Martinelli, Coordenador de Treinamento da rede Água Doce.

No concurso Mestre Cuca, os restaurantes da rede entram em uma competição para a criação de pratos que podem figurar em destaque no cardápio de todas as casas. Cada unidade pode participar com quantas receitas quiser e cada colaborador pode criar e desenvolver mais de uma receita, dentro de critérios e exigências pré-estabelecidos em regulamento. As categorias do concurso são pratos, porções e sobremesas com sorvete e os vencedores de cada categoria recebem um prêmio no valor de R$ 1 mil. Na mesma linha, o Doce Mistura é um concurso interno de receitas criativas e inovadoras de bebidas, nas categorias Batidas, Coquetéis, Sem álcool e Sucos. Os moldes são os mesmos do Mestre Cuca.

De acordo com o Diretor de Expansão da rede, Júlio Bertolucci, a ideia surgiu com o objetivo de estimular os franqueados a sair da rotina. “Além disso, a premiação é interessante para os criadores das receitas, que ficarão orgulhosos em ver seus nomes estampados entre os novos pratos do cardápio”, aponta. Ainda segundo o Diretor, os concursos esperam dar liberdade de criação aos colaboradores, mesmo que dentro dos ingredientes usuais do cardápio. “Encontrar talentos é nossa principal meta. Serão pelo menos 300 candidatos potenciais com suas receitas inovadoras e criativas. Também será uma forma de renovar ainda mais nosso cardápio, que traz novidades constantemente”, completa.

Podem participar todos os funcionários registrados das franquias Água Doce de qualquer setor. Os critérios utilizados na avaliação são: originalidade na elaboração da receita; combinação dos ingredientes; harmonia dos sabores e apresentação do prato. “O que se espera é também que este clima de criação contagie os funcionários, fortalecendo o senso de integração, a colaboração e a satisfação”, completa Guilherme Martinelli.


Motivação dinâmica

Já o programa motivacional ATIM visa premiar garçons que apresentem condutas de atendimento e vendas dentro dos padrões oferecidos nos treinamentos da rede, além de possibilitar a percepção em relação aos produtos oferecidos aos clientes – e se estes estão dentro do indicado pela franqueadora como oferta prioritária. “ATIM significa, literalmente, Aumento do Tíquete Médio. A ideia é dinamizar o trabalho dos garçons, com o objetivo de otimizar as vendas, sem aumentar os custos”, explica Bertolucci.

A ação funciona em ciclos, nos quais a franqueadora sinaliza às unidades quais produtos devem ser oferecidos e priorizados. De posse dessas informações, os garçons, que receberam treinamento prévio, passam a atuar a partir de fases específicas de atendimento e venda para estes mesmos produtos. Para verificar o andamento deste processo, clientes ocultos circulam pela rede. Quando um garçom atende um cliente oculto e realiza o atendimento dentro do padrão, oferecendo os itens sinalizados e realizando os passos previstos neste procedimento, recebe, na hora, um bônus no valor de R$ 60,00. Os garçons bonificados participam também de um sorteio bimestral, no qual três deles recebem R$ 500,00. No total, são distribuídos mais de R$ 10 mil neste programa anualmente.

Para o coordenador de treinamento Guilheme Martinelli, o ATIM possibilita maior qualidade de atenção no atendimento, já que os garçons não sabem por quem nem quando serão avaliados. “A ação ajuda a manter a qualidade, o que é bom para todo mundo: a rede ganha ao vender mais produtos para os clientes que já estão nos restaurantes, o que otimiza os gastos com publicidade, por exemplo, para a atração de novos clientes. Os garçons também conseguem, assim, manter ou aumentar sua renda, já que recebem comissões”, explica Guilherme Martinelli. “A rede recebe muito bem essas iniciativas e até o momento temos notado que os participantes ficam satisfeitos e resultados são alcançados. A criatividade dos colaboradores já rendeu, inclusive, várias maravilhas da culinária e muitas delas fazem parte do cardápio oficial da rede”, finaliza o Diretor de Franquias Júlio Bertolucci.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanhaTodos os direitos reservados