Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Alimentação saudável pode melhorar desempenho escolar das crianças

Alimentação saudável pode melhorar desempenho escolar das crianças
15:00 pm ,21 de janeiro de 2019

Em fase de crescimento, a importância dos nutrientes para as crianças e adolescentes é maior ainda, tornando a alimentação saudável um tema importante para o dia a dia dos estudantes. Pensando nisso, as turmas do terceiro ano do Ensino Fundamental do município catarinense de Monte Castelo participam de um projeto que inclui a alimentação saudável nos conteúdos dos alunos.

De acordo com as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), o ideal é consumir, por dia, cinco porções de frutas, hortaliças e legumes, realidade que nem sempre está presente nas casas brasileiras. Para levar essa e outras informações às famílias, o material didático de Monte Castelo passou a incluir conteúdo sobre o assunto. Segundo a coordenadora geral de educação do município, Simone Pereira de Souza Glonek, o projeto já estava nos planos da Secretaria há um tempo. “Tínhamos a ideia há uns anos, mas somente após a implementação do Sistema de Ensino Aprende Brasil foi possível trazer esse conteúdo também para a sala de aula e auxiliar na reeducação alimentar dos estudantes de forma completa”, conta.

Os materiais didáticos abordam a educação alimentar e nutricional, de acordo com os hábitos e entendimento de cada faixa etária. De acordo com Damila Bonato, gerente de produto do Sistema de Ensino Aprende Brasil, as aulas sobre o tema têm como objetivo reduzir a obesidade infantil e assegurar informações sobre alimentação saudável aos cidadãos desde novos. “O tema é de grande importância nos tempos atuais, em que adultos com pouca formação ou com hábitos alimentares inadequados terminam por reforçar o interesse de crianças e adolescentes por uma dieta pouco nutritiva”, destaca. Incluir a educação alimentar no currículo escolar pode mudar não apenas os hábitos das crianças, como levar também à escolha de uma alimentação mais nutritiva para toda a família.
O Sistema de Ensino Aprende Brasil, utilizado pelo município, é composto por materiais integrados que reúnem todas as áreas de conhecimento. Presente em Monte Castelo desde o início de 2018, o programa oferece serviços personalizados e faz a orientação da equipe pedagógica local para todas as demandas educacionais. Com a meta de atingir 5.9 pontos no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) até 2019, a cidade ampliou o convênio para as turmas do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental.

Influência no aprendizado

Entre outros benefícios, trocar os alimentos industrializados pela chamada ‘comida de verdade’ ajuda as crianças e adolescentes a melhorar o desempenho escolar. “Uma alimentação balanceada melhora o metabolismo cerebral. Sem dúvidas, se o aluno come direito, terá um ganho intelectual maior”, explica o pediatra Nelson Douglas Ejzenbaum, do Hospital Samaritano de São Paulo, membro da Sociedade Brasileira e Americana de Pediatria.
De acordo com a professora de Nutrição da Universidade Positivo, Bruna Oliveira Leinke, a alimentação influencia na concentração. “Uma macarronada à bolonhesa antes de ir à aula, por exemplo, vai deixar a criança sonolenta. De modo geral, o excesso de produtos industrializados deve ser evitado, pois eles possuem maior quantidade de açúcar, o que resulta em maior hiperatividade e menos foco”, ressalta. Segundo ela, o ideal é investir em porções adequadas de carboidratos (de preferência integrais), proteínas (que auxiliam no desenvolvimento cognitivo), verduras, frutas, legumes e grãos. “Todos esses alimentos dão energia e ajudam a melhorar o desempenho em atividades”, afirma a nutricionista.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados