Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

As dietas sem glúten e lactose para bebês e crianças

As dietas sem glúten e lactose para bebês e crianças
11:00 am ,29 de maio de 2017

por Tati Castro

“Um bebê de 7 meses morreu por desnutrição depois de ser submetido a uma dieta sem glúten e lactose. Os pais de Lucas acreditavam que o pequeno sofria de intolerância a glúten e lactose e, sem orientação médica, ou exame que comprovasse qualquer tipo de restrição alimentar, decidiram dar a ele produtos alternativos, compostos por leite de quinoa, arroz, aveia e outros. O caso, que aconteceu em Beveren, na Bélgica, vem gerando discussões em todo o mundo.

A morte do garoto aconteceu em 2014, mas os pais enfrentam um processo na Justiça e podem ir para a prisão por até 18 meses caso sejam condenados. Promotores usam o quadro grave da criança no momento do socorro para responsabilizar o casal: a criança foi descrita como extremamente magra e ofegante, pesando apenas 4 quilos, menos da metade do peso ideal, e com tamanho muito menor do que o considerado saudável. Além disso, uma autópsia revelou que o estômago do bebê estava totalmente vazio.” (Jornal Extra)

Polêmicas à parte, o título que foi dado à matéria (em quase todos os veículos de comunicação) foi totalmente equivocado.

Vamos à explicação:

É muito comum que os filhos sigam a dieta e estilo de vida dos pais (vegetarianos, veganos, naturalistas, etc). Mas ocorre que a criança em questão jamais teve qualquer acompanhamento de um pediatra ou nutricionista.

Não bastasse isso, o óbito se deu por desnutrição energético-proteica, ou seja, faltaram calorias e proteínas para o funcionamento ideal do organismo.
Todos os bons profissionais de saúde já se posicionaram falando sobre a importância dessa fase de introdução alimentar e a ingestão de frutas, legumes e verduras, além de alguma fonte de proteína, seja de origem animal ou vegetal. Nessa fase a criança ingeriria, de todo modo, pouquíssimo ou nenhum alimento à base de glúten já que a alimentação seria papa ou alimentos em pedaços (tubérculos, cereais, leguminosas, frutas, verduras). Portanto, não se pode atribuir o ocorrido à ausência de glúten e lactose na dieta da criança.

Já sobre retirar ou não esses alimentos do cardápio é um assunto para outro texto.

Cuidado com as notícias que circulam nas redes, pode ser que existam interesses obscuros e manipulação de informações. Até porque, infelizmente, sempre existirão profissionais emitindo diagnósticos incorretos!

Abraços!


Tati Castro é Ex-Advogada, Coach, Especialista em Cozinha Funcional, Gastrônoma em formação. Aprendeu muito com a prática de ter que cozinhar para um filho alérgico à proteína do leite de vaca e intolerante ao glúten, mas também estudou com renomados Chefs em Gastronomia Funcional. Mantém os Projetos Banquete do Bem e Menu Funcional. Contribui com a Editoria de Gastronomia do Perfil WE todas as segundas.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados