Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

Scroll to top

Top

Barcelona – Passeig de Gràcia, Parc Güell e Sagrada Família

Barcelona – Passeig de Gràcia, Parc Güell e Sagrada Família
17:00 pm ,1 de novembro de 2016

por Aline Viana

Nossa série de posts sobre a Espanha está ficando cada vez mais recheada. Já falamos de Ronda, Granada, Córdoba, Cádiz, Málaga, Valência. E hoje é a vez da queridinha Barcelona! Como são muitas as atrações que a cidade oferece, ela não ficará restrita a um único post. No de hoje vou tratar especificamente do Passeig de Gràcia e da Sagrada Família.

Pra quem quiser dica de hospedagem, sugiro algum hotel localizado no coração de Barcelona: eu fiquei no Actual (http://www.hotelactual.com/) e recomendo demais: além de servir bem, é muito bem localizado: ao lado do Passeig de Gràcia e perto da Plaça de Catalunya e das obras do Gaudí: Casa Batlló, Casa Milà (La Pedrera) e Sagrada Família. Do hotel dá pra ir a pé para todas essas atrações.

O Passeig de Gràcia é uma das maiores e principais avenidas de Barcelona, marcante pela arquitetura de seus edifícios e pela concentração de lojas. O Parc Güell (Carrer d’Olot, s/n) foi idealizado por um mecenas do Gaudí, e projetado e construído pelo arquiteto. A ideia era que fosse um condomínio residencial de estilo inglês. Só que a iniciativa não deu muito certo, e no final das contas só uma casa foi construída: a casa em que o Gaudí morou (que hoje funciona como um museu). O parque é lindo: construções de cores e formas únicas (como só o Gaudí sabe fazer), rodeadas por muita natureza. E de quebra ainda se pode ter uma linda vista da cidade. Para entrar na Zona Monumental do parque, é preciso comprar ingressos (mais informações a respeito em: http://www.parkguell.cat/es/). Como o parque é muito visitado e também para evitar filas, é recomendável comprar as entradas com antecedência, pela Internet.

A Sagrada Família (Carrer de Mallorca, 401) é o ponto turístico mais famoso de Barcelona. A fila para a compra do ingresso dá a volta no quarteirão (por isso é uma boa comprar o ingresso por aqui: http://www.sagradafamilia.cat/), mas vale muito a pena. A Basílica da Sagrada Família começou a ser construída no final do século XIX, e até hoje está em construção. Foi a obra a que Gaudí dedicou grande parte de sua vida; quando ele morreu (após ser atropelado por um bonde elétrico, em 1926), apenas uma torre havia sido terminada. A projeção é de que a Basílica tenha 18 torres cônicas ao todo (12 dedicadas aos apóstolos; 4 aos evangelistas, uma a Jesus – a mais alta de todas – e uma a Maria). Ela é maravilhosa por dentro e por fora.

Aline Viana é advogada e blogueira; divide seu tempo entre atividades jurídicas, viagens, artesanato, culinária… E compartilha suas experiências no seu blog pessoal (Beleza Tem a Ver) e no instagram (@alinevianadpatrus).

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanhaTodos os direitos reservados