Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Comércio cresce 6,3% nos primeiros seis meses de 2018

Comércio cresce 6,3% nos primeiros seis meses de 2018
16:00 pm ,11 de setembro de 2018

O comércio vive uma fase de recuperação no Brasil, é o que mostram as informações do Serasa Experian. O indicador aponta que o crescimento registrado pelo setor foi de 6,3% na comparação entre o primeiro semestre de 2017 e 2018. Os números são positivos, afinal, trata-se do nível mais alto identificado nos últimos cinco anos no país.

De acordo com a pesquisa, empresas ligadas a venda de móveis, informática ou eletroeletrônicos foram grandes destaques com 14,9% de crescimento. Na sequência está o setor de motocicletas, veículos e peças com 4,1%.

O principal motivo para o crescimento do setor do comércio está nos juros baixos do mercado e o crescimento da oferta de crédito, mesmo que ainda modesta, segundo os economistas do Serasa. Nesse caso, os chamados bens de consumo duráveis, aqueles utilizados por mais tempo pelos consumidores, foram mais vendidos pelo setor.

A tendência de recuperação do comércio no Brasil segue uma tendência internacional do setor. Ainda em abril, a Organização Mundial do Comércio (OMC) afirmou que o crescimento do setor seria de 4,4% em 2018 e 4% para o próximo ano. Os dados são considerados animadores, especialmente pela crise econômica mundial que impactou diretamente no consumo em praticamente todos os países.

Nesse caso, a média de crescimento do comércio no Brasil registrada nos seis primeiros meses do ano demonstram que, aos poucos, o varejo nacional dá sinais de recuperação. Nos primeiros semestres de 2016 e 2017, por exemplo, o desempenho foi desastroso, queda de 8,3% e 1,5%, respectivamente.

Para aproveitar a onda de crescimento, grande parte do comércio reforça sua estrutura com opções inovadoras para melhorar o atendimento e a performance de maneira geral. Segundo o Retail Vision Study, edição 2017, cerca de 70% dos varejistas pretendem investir em tecnologia em seu negócio.

Esse movimento também é encontrado no Brasil, muitos optam pela automação comercial para otimizar os resultados, deixar os clientes mais satisfeitos e facilitar o trabalho no dia a dia. A principal função da tecnologia é proporcionar agilidade ao trabalho dos atendentes, acelerar o atendimento, tornar filas menores e as vendas mais assertivas.

Um dos exemplos de equipamentos é a impressora de código de barras, responsável por imprimir etiquetas para logística, de identificação, laboratórios, estoque, de preço, com códigos 1D, 2D, textos e imagens. Tudo isso com rapidez que o comércio demanda no dia a dia.

A impressora de código de barras e muitos outros equipamentos você encontra na Automatech. Há décadas no mercado, a empresa oferece soluções tecnológicas para atender as demandas do comércio com o foco em melhorar os processos de seus clientes e ajudar a melhorar os seus resultados.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados