Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Como a Indústria 4.0 está revolucionando o mercado de trabalho

Como a Indústria 4.0 está revolucionando o mercado de trabalho
14:22 pm ,4 de setembro de 2019

Inteligência artificial, realidade virtual e aumentada, internet das coisas… estes e muitos outros termos estão relacionados à chamada Indústria 4.0 ou Quarta Revolução Industrial, que vem revolucionando o mercado de trabalho com a criação de novas profissões. Um estudo divulgado pela McKinsey afirma que, em 2030, de 3% a 14% da força de trabalho mundial necessitará buscar novas ocupações em razão da automação. Diante de um cenário marcado pelo desemprego em massa, especialmente no Brasil, tais dados podem ser preocupantes, mas, em contrapartida, revelam a necessidade de readaptação de muitos profissionais para novos empregos em crescimento.

No Brasil, o SENAI identificou a criação de 30 novas profissões somente nos próximos cinco anos, com o surgimento de 130 milhões de novos postos de trabalho. Diante disso, é nítido o surgimento de empresas que vêm investindo nas novas tecnologias, como é o caso da Agência Casa Mais, umas das pioneiras em realidade virtual no Brasil, que utiliza a tecnologia para fins diversos como para a elaboração de treinamentos corporativos e, até mesmo, para auxiliar no tratamento de crianças com câncer.

Segundo Fabio Costa, CEO da empresa, a realidade virtual consiste em realizar uma imersão completa do usuário num espaço virtual simulado, com ou sem a sua interação, induzindo efeitos visuais e sonoros. Trata-se de uma tecnologia que vem sendo utilizada por organizações com o intuito de otimizar tempo e custo.

É justamente, com esse objetivo, que empresas como Itaú, Sanofi e Accor Hotéis contratam a Agência Casa Mais para a realização de treinamentos corporativos, que são atividades práticas comuns nas grandes corporações. Todavia, de acordo com Costa, a forma tradicional como muitos desses treinamentos ainda ocorre, por meio de palestras, dinâmicas em grupos, apresentação em power point, acaba contribuindo para torná-los muito cansativos e demorados, além da necessidade de deslocamento de funcionários, que exige alto custo de passagens aéreas e hospedagem, sendo que esse tipo de tecnologia VR pode ocorrer remotamente através dos óculos de Realidade Virtual.

“No treinamento oferecido pela Casa Mais, o colaborador é imerso em um vídeo em 360 graus, onde simulamos em um formato lúdico e interativo situações do seu dia a dia de trabalho. No final do filme ele responde perguntas por meio de um QUIZ para analisarmos o seu desempenho e assimilação do conteúdo em realidade virtual apresentado”, afirma o CEO. Segundo ele, no final, por meio de um aplicativo criado pela empresa, é gerado um relatório com as estatísticas de desempenho de cada colaborador. Tal prática permite à equipe de Recursos Humanos avaliar as principais carências dos seus profissionais.

O empresário acredita ainda que a ferramenta será uma grande aliada da CIPAS – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes. “A realidade virtual é uma ferramenta que deve estar dentro de todos os programas relacionados a treinamentos e segurança do trabalhador, especialmente nas indústrias ou em áreas que oferecem riscos aos profissionais, servindo propriamente como complemento dos Equipamentos de Proteção Individual – EPI”, destaca.

Outro grande avanço proporcionado pela Agência Casa Mais é por meio do seu projeto social chamado Alegria Virtual, que consiste em utilizar a realidade virtual como forma de terapia para ambientes hospitalares. Atualmente, a empresa atende as crianças do Hospital GRAACC – hospital considerado referência no tratamento e pesquisa do câncer infanto-juvenil, na América Latina.

De acordo com o empreendedor, os trabalhos de terapia virtual são conduzidos pela equipe da Agência Casa Mais que levam esperança e alegria para crianças, adultos e seus familiares, apresentando os vídeos em 360 graus através dos óculos de realidade virtual nas alas hospitalares. Com a tecnologia, os pequenos podem vivenciar situações imersivas diversas, como: saltar de paraquedas, mergulhar em alto mar, visitar um safari na África ou até mesmo andar em uma montanha russa, entre diversas outras.

Para Costa, trata-se de exemplos concretos de como a tecnologia está transformando as atividades humanas e demandando novos profissionais qualificados para atuar nas áreas voltadas para a Indústria 4.0. “Há um investimento industrial maciço em tecnologias com o objetivo de alavancar a produtividade. Com isso, novas profissões surgem e o conhecimento em programação computacional passa a ser um dos requisitos básicos para exercê-las. No entanto, um dos entraves enfrentados é a falta de mão-de-obra qualificada que ainda está muito aquém das novas vagas que estão surgindo e continuarão a surgir”. Por isso, como afirma o empreendedor, a Agência Casa Mais investe na capacitação de seus funcionários para que estes estejam sempre à frente no desenvolvimento de novas tecnologias, como a realidade virtual e aumentada, de modo que possam otimizar tempo e custo na rotina das pessoas.

A expectativa da Agência, segundo o CEO, que somente em 2018 teve um crescimento superior a 250%, é crescer ainda mais. Atualmente ela também vem investindo em realidade aumentada, tecnologia que consiste em criar um ambiente totalmente artificial, incluindo novas informações digitais no espaço real, como aposta de seu crescimento e do quanto a Indústria 4.0 e o ser humano deverão atuar de forma cada vez mais integrada daqui para frente.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados