Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

Scroll to top

Top

Como dar aulas online e lucrar com isso

Como dar aulas online e lucrar com isso
16:35 pm ,15 de agosto de 2016

Os cursos e treinamentos online, também chamados de EAD, podem ser a galinha dos ovos de ouro de especialistas, professores e educadores. Neste mercado, além de haver uma infinidade de nichos a serem explorados, a produção de conteúdo permite um aumento gradativo no faturamento. Diego Carmona, cofundador e CVO do leadlovers, plataforma digital de múltiplas ferramentas que simplificam e automatizam processos fundamentais para empreender online, explica que criar uma plataforma com cursos online é mais fácil do que parece. “Muitos educadores demoram a perceber essa possibilidade porque não têm noção da quantidade de pessoas que podem aprender seu conteúdo se ele estiver disponível na internet”, explica.

Diferente de abrir uma escola ou alugar um espaço físico para cursos presenciais, o curso online exige apenas um ambiente para filmar as aulas, e uma plataforma que permita ao usuário, com login e senha, assistir aos vídeos. “Depois de investir na produção de todo o conteúdo, o professor ou especialista não vai precisar repetir as aulas, como seria o caso em um curso presencial, apenas promover o curso que já está gravado”, explica. O empresário ressalta que, dependendo do tipo de curso, é possível abrir turmas de tempos em tempos, para que os alunos possam interagir entre si, ou simplesmente permitir que cada novo aluno se inscreva e pague o valor no momento em que quiser.

A expansão dos cursos online traz um novo paradigma no ensino, conforme explica o empresário. “Além de permitirem que pessoas de qualquer lugar do mundo façam o curso que quiserem, no horário e local que for melhor, estes cursos também possibilitam que surjam novos empreendedores capazes de educar, ampliando a divulgação do conhecimento”, destaca.

Como escolher a plataforma e automatizar
Segundo Carmona, o processo de chamar a atenção do público-alvo para o curso funciona praticamente da mesma forma que qualquer estratégia de marketing digital. “O empreendedor precisa anunciar, coletar e-mails através da oferta de conteúdo gratuito, como e-books e webinários, e criar uma comunidade de pessoas interessadas no seu assunto, sempre valorizando as redes sociais”, resume. O especialista reforça que, para manter a lista de contatos – os leads – sempre aquecidos, é preciso automatizar o serviço de envio de e-mails.

Carmona também destaca que não é necessário ter conhecimentos de programação para gerenciar um curso online. “Tanto o sistema de gerenciamento de e-mails quanto as plataformas que permitem organizar os vídeos de um treinamento online, separando em módulos, aulas e materiais para download, por exemplo, são fáceis de serem usados”, destaca. “O grande esforço do educador empreendedor deve ficar nas estratégias de captação de leads e clientes”. Em sua plataforma leadlovers, que reúne todas as ferramentas para o empreendedor do mercado digital colocar em prática o seu negócio – seja de educação ou vendas – Carmona destaca que estão todas as informações necessárias. “Qualquer pessoa com vontade e dedicação consegue abrir seu próprio negócio online”, encoraja.

Cursos de instrumentos musicais, idiomas, técnicas de modelagem, crochê, e até mesmo treinamentos de desenvolvimento pessoal estão entre as infinitas possibilidades. “Se você sabe ensinar algo, tenha certeza de que muita gente quer aprender”, conclui.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanhaTodos os direitos reservados