Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

Scroll to top

Top

Como organizar financeiramente seu intercâmbio?

Como organizar financeiramente seu intercâmbio?
11:02 am ,5 de abril de 2016

Fazer um intercâmbio e ter a possibilidade de estudar e morar em outro país é sonho de muitos estudantes. Mas, para que ele se torne realidade são necessários alguns cuidados e procedimentos. Dentre eles, o planejamento financeiro é o que mais gera dúvidas durante o processo. Pensando nisso, organizamos cinco passos para você seguir e tirar seus planos do papel. Confira:

1º passo – comece agora mesmo! – Não há dúvidas de que planejar uma viagem de intercâmbio dá, ao menos, um pouco de trabalho e, por isso mesmo, não pode ser feito da noite pro dia. Assim, uma regra de ouro é fechar o pacote com o máximo possível de antecedência. Dessa forma, você consegue parcelas mensais menores, evita dívidas posteriores à viagem e, ainda, tem mais tempo para juntar todo o dinheiro que precisa.

2º passo – organize sua vida financeira – Antes de qualquer coisa, você precisa considerar sua renda e fazer um planejamento da sua vida financeira atual e futura. Minha primeira dica é: faça uma planilha de gastos. Pode parecer clichê, mas é muito eficaz. Insira todas as suas receitas e custos mensais para que você tenha um controle intenso sobre as suas finanças. Dessa forma, você poderá saber com precisão o quanto entrou e saiu, quais foram seus principais gastos, todas as datas e informações sobre suas movimentações. Se você não for muito simpatizante das planilhas do Excel, não faltam opções de bons aplicativos de gestão financeira por aí.

Feito isso, você já pode começar a analisar o quanto pretende gastar na viagem. Além do valor do curso, não se esqueça de levar em consideração gastos com passagens aéreas, acomodação, alimentação, passeios e capital de giro, para você se manter no país por um determinado período. Some tudo, divida pelo número de semanas que vai ficar fora e o resultado será seu limite de gasto semanal, procure não ultrapassá-lo.

Por fim, para você conseguir o dinheiro que precisa para viabilizar seu intercâmbio em menos tempo, evite os chamados “gastos inúteis”. Por mais que esse conceito seja um pouco pessoal e, por isso, difícil de defender, segundo alguns especialistas esses gastos são aqueles que não dão nem formação, nem retorno financeiro. Por isso, podemos evitá-los para atingir um objetivo maior!

3º passo – explore o destino o máximo que puder – Depois de ter todo o seu controle financeiro em dia, será mais fácil escolher um destino, definir o período de tempo do curso e escolher a data da viagem, mais adequados ao seu orçamento.  Assim, você poderá continuar o planejamento iniciando sua procura por escolas, instituições de ensino, processos de visto, entre outros. Nesse momento, é imprescindível que você procure uma ajuda profissional. Na agência de intercâmbio, especialistas podem te ajudar a construir seu plano de viagem e escolher as melhores opções de destino e escolas, tudo de acordo com suas preferências.

Enquanto que alguns países apresentam um custo de vida elevado, que talvez seja incompatível com as suas finanças, outros não. Existem opções para todos os gostos e bolsos. Por isso, antes de escolher é importante explorar o máximo de informações possíveis sobre o local. Converse com amigos, consulte especialistas experientes, descubra quais são suas prioridades. Assim, durante essa pesquisa você poderá definir seus custos de viagem com mais precisão. Lembre-se: uma escolha errada pode estragar toda a sua viagem!

4º passo – faça uma poupança – Agora, sua viagem já está praticamente definida. Você já sabe pra onde vai, o quanto de dinheiro vai precisar e o quanto precisar economizar. E, a melhor maneira de fazer isso ainda é a tradicional poupança. Deposite todo mês uma quantia fixa, faça disso um hábito e, assim, não irá se comprometer financeiramente na hora de fechar a viagem.

5º passo – busque orientações com profissionais especializados – Muitas vezes, pensar em economia, números e custos pode parecer uma tarefa muito complexa, mas é fundamental para garantir que esse momento aconteça da melhor forma possível e sem imprevistos.  Por isso, se você não estiver à vontade para seguir todos esses passos sozinho, não se intimide, procure uma agência de intercâmbio da sua confiança e  busque ajuda de especialistas. Estamos sempre dispostos a ajudar!

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanhaTodos os direitos reservados