Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Como vencer o medo de comprar pela internet

Como vencer o medo de comprar pela internet
11:03 am ,27 de fevereiro de 2019

A Internet comercial entrou no Brasil em 1995 e, desde então, o hábito de realizar compras também passou por uma transformação. Se antes era necessário ir a uma loja na rua para comprar o item que você desejava, hoje é possível fazer isso com poucos cliques e no conforto de sua casa. Entretanto, ainda que essa vantagem atraia um número considerável de adeptos (principalmente as gerações mais jovens), ainda há diversas pessoas que pensam mil vezes antes de efetuar um pedido online. É preciso superar esse medo para que as transações digitais possam continuar evoluindo no Brasil.

O comércio eletrônico nacional segue crescendo. Em 2019, por exemplo, a ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico) projeta um faturamento de R$ 79,9 bilhões, com um aumento de 16% em relação a 2018 – é o maior índice desde 2015, mostrando que o setor soube se recuperar da crise econômica no país. No entanto, quando o assunto é pagamento no meio digital, os brasileiros seguem receosos: 49% deles já sofreram fraudes em cartões de crédito, bem acima da média global de 30%, segundo a ClearSale.

Os números reforçam o cenário duplo que envolve o e-commerce no Brasil. Os consumidores estão cada vez menos conservadores na hora de comprar algo pela Internet – naturalmente o avanço da tecnologia e dos sistemas que colocam essas lojas na rede contribuem para isso. Entretanto, ainda existe a preocupação latente de que o roteiro esperado realmente vai acontecer, como a entrega na data estipulada, as boas condições, se o produto é realmente original, a segurança com os dados bancários, entre outros pontos.

Esse medo é decorrente principalmente da facilidade que as empresas e pessoas têm atualmente em colocar algo para vender na web, seja produtos novos e usados ou até mesmo a prestação de serviços. Quase tudo pode estar à venda e, na maioria das vezes, com condições mais vantajosas do que em lojas físicas. Quando algo é bom demais, o ser humano já suspeita de fraude – uma atitude que realmente faz bem. Precisamos ficar de olho em promoções que não fazem sentido, principalmente quando sabemos que algo está bem mais barato do que em outros locais.

Em todo o caso, se a dúvida ainda persiste, existe alguns passos que podem ser seguidos pelos consumidores antes de comprar em uma loja virtual:

– Pesquise o CNPJ da empresa e veja se há algo suspeito, como processos judiciais e envolvimento com fraudes;

– Veja se existem comentários negativos sobre a loja em sites de defesa do consumidor;

– Verifique se a loja possui negócios com outras empresas na Internet, ou seja, se ela é confiável e possui parcerias para atender todos os processos que envolvem a operação de um e-commerce, como a entrega, um dos pontos que mais costuma apresentar problemas;

– Tente comprar por meios seguros. No mínimo, a página de pagamento, onde você coloca os dados do seu cartão de crédito, precisa ter o certificado HTTPS. Você pode checar também se há o símbolo de um cadeado na barra de endereço;

– Se é sua primeira compra, evite o boleto. Escolha métodos, como o cartão de crédito, que permitem a recuperação do dinheiro caso o produto não seja entregue como o desejado;

– Descubra se o e-commerce emite nota fiscal. Não compre produtos sem nota;

– Por fim, consulte amigos e conhecidos que já tiveram experiência com a empresa.

Não deixe que suas preocupações com o ambiente online o impeça de aproveitar as boas oportunidades que as lojas virtuais têm a oferecer. Com planejamento, pesquisa e cuidado, é possível fazer boas compras e adquirir os itens que você deseja por um preço bem mais em conta. Até porque no futuro a tendência é que, com a Internet das Coisas, até mesmo sua própria geladeira possa acessar a rede e fazer as compras do supermercado.

* Vigia de Preço é uma empresa de tecnologia responsável pela extensão e app que traz informações sobre os produtos nas lojas virtuais e melhora a experiência de compra do consumidor brasileiro –

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados