Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Diego Gazola lança novo reality sobre clima em regiões com queimadas na Amazônia

Diego Gazola lança novo reality sobre clima em regiões com queimadas na Amazônia
15:46 pm ,16 de setembro de 2019

O Reality Nascentes da Crise chega à sexta etapa com as experiências do jornalista e ambientalista Diego Gazola. Dessa vez Diego vai percorrer o epicentro das polêmicas queimadas na Amazônia, desde o Mato Grosso até o Pará. O projeto interage em tempo real pela Internet com o público e o resultado se transforma posteriormente em videosdocumentários da série.

Na quarta-feira (18), Gazola parte em voo desde São Paulo até Cuiabá, a capital de Mato Grosso. Dali, o primeiro destino será Nobres, a 120 quilômetros de distância. Além de um paraíso natural com rios de águas calcárias transparentes, a região abriga a nascente do rio Paraguai além de fazer parte do divisor de águas entre as Bacias Platina e a Amazônica. Em seguida o ambientalista deve seguir para Lucas do Rio Verde-MT. Às margens da BR-163, o município junto com Sorriso-MT são duas potencias do agronegócio nacional. A intenção é expor a relação entre a produtividade agrícola e os serviços ambientais “gratuitos” que o Parque Indígena do Xingu exerce sobre a manutenção do ciclo hídrico em seu entorno. Já mais ao norte, no sul do Pará, a parada prioritária será em Novo Progresso-PA, cidade em que está sediada o jornal Folha do Progresso que no dia 10 de agosto denunciou os planos para o o que ficou conhecido como Dia do Fogo, uma ação que teria sido orquestrada para a realização de incêndios em áreas de floresta. O último ponto a ser visitado é Itaituba-PA, localizada a 1.500 quilômetros de Cuiabá e no entroncamento rodoviário entre a rodovia Transamazônica (BR-230) com a BR-163. Às margens do rio Tapajós, o porto na região é utilizado com principal modal para o escoamento fluvial dos grãos in natura exportados para todo o Planeta. A previsão é que no dia 30 de setembro, essa etapa do Nascentes da Crise se encerre na Capital de Mato Grosso.

A produção do Reality é toda utilizando um celular para as transmissões pela hashtag #nascentesdacrise nas mídias sociais Instagram e Facebook . Posteriormente será editado um documentário que sintetizará toda a experiência.

“Acredito na linha de pesquisa de alguns cientistas que abordam a influência da Amazônia na regulação do clima da América do Sul. Também compactuo com a linha de pensamento que associa um gradativo e acelerado processo de desertificação em partes da região centro-oeste e sudeste do Brasil em função do desmatamento e do avanço da fronteira agropecuária sobre a Amazônia”, explica Diego Gazola.

As principais linhas de pesquisa que balizam a condução do projeto são as dos cientistas Antônio Donato Nobre (INPE – Brasil), do chileno Pablo A. García Chevesiche (Universidad of Arizona – EUA) e de Jhan Carlo Espinoza (IGP – Peru).

Os filmes das etapas anteriores assim como todos os detalhes sobre o Nascentes da Crise estão disponíveis no site www.nascentesdacrise.com.br

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados