Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Elói Mendes sanciona a primeira lei sobre empreendedorismo

Elói Mendes sanciona a primeira lei sobre empreendedorismo
11:00 am ,10 de julho de 2017

A prefeitura da cidade de Elói Mendes sancionou a Lei Nº1.541/2017, que institui, na grade curricular da rede municipal de ensino, a disciplina Cultura Empreendedora. Trata-se da primeira lei neste sentido aprovada no Sul de Minas Gerais, fruto de parceria entre a Prefeitura/Secretaria de Educação e o Sebrae Minas, autor do projeto Educação Empreendedora.

Para o analista do Sebrae Minas da microrregião de Varginha, Arrison Nogueira Tavares, esta importante ação, que coloca o empreendedorismo sugiro na grade curricular da rede municipal de ensino, garante a continuidade ao trabalho de fortalecimento da cultura empreendedora na cidade nas próximas gestões municipais. “Na verdade, é uma lei de grande relevância porque abre novos horizontes profissionais para os estudantes, a partir do desenvolvimento de habilidades empreendedoras que eles poderão aplicar vida afora, seja à frente do próprio negócio ou em suas carreiras”, afirma.

A Lei, sancionada em 20 de junho, tem o objetivo de tornar a escola um espaço de estímulo ao desenvolvimento de atitudes e comportamentos empreendedores, como autoconfiança, persistência, busca de oportunidades, iniciativa, comprometimento, entre outros. construir uma nova realidade nas escolas, por meio de ações concretas e tecnicamente embasadas que tenham efetiva capacidade transformadora, e que aliam a teoria à prática. A Lei municipal propõe, ainda, a formação e capacitação dos professores, para que estejam aptos a aliar teoria e prática empreendedora em sala de aula.

De acordo com o vice-prefeito de Elói Mendes, Marcos Miranda Sodré, para criar um ambiente propício à cultura empreendedora são necessários professores empreendedores. “Os mestres devem sonhar e estimular os sonhos em seus alunos. Isso requer dedicação, vontade de fazer diferente, e uma busca constante de desenvolvimento da autonomia no corpo docente e nos estudantes. Os professores são protagonistas nessa transformação”.

Programa Cultura Empreendedora
A sociedade contemporânea vem cada vez mais exigindo pessoas empreendedoras, autônomas, com competências múltiplas, que saibam trabalhar em equipe, com capacidade de aprender e adaptar-se a novos desafios e promover transformações. Com o objetivo de ampliar, promover e disseminar a educação empreendedora nas instituições de ensino fundamental, médio, técnico e superior do estado, o Sebrae Minas realiza o programa Cultura Empreendedora, formando professores e despertando a comunidade escolar para novas possibilidades no processo de aprendizagem. “O programa do Sebrae tem o objetivo de estimular as características empreendedoras em crianças e jovens, para que sejam protagonistas de sua própria história”, afirma Arrison.

Na região Sul do estado, o Sebrae Minas realiza o projeto em diversas instituições de ensino, oferecendo práticas pedagógicas inovadoras que possibilitam ao educador desenvolver e aprimorar competências empreendedoras nos alunos. Com o programa Cultura Empreendedora nas Escolas, o Sebrae Minas tem o propósito de despertar novas possibilidades no processo de ensino e aprendizagem das escolas e universidades, focadas no mercado e no fortalecimento do ecossistema empreendedor da instituição.

Somente em 2017, a regional Sul do Sebrae Minas pretende capacitar 130 escolas da região na metodologia. Desde o início do ano, o programa tem sido implantado ou está em realização nas cidades de Alfenas, Caxambu, Conceição da Aparecida, Cristina, Elói Mendes, Itanhandu, Lavras, Machado, Piranguinho, Piranguçu, Poços de Caldas, Pouso Alegre, Santana da Vargem, Santa Rita do Sapucaí, São Lourenço, Toledo, Três Corações e Varginha.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados