Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

Scroll to top

Top

Em qual rede social empreender em 2016?

Em qual rede social empreender em 2016?
18:00 pm ,19 de maio de 2016

No Brasil, temos a cultura, de qual não compartilho, de que a vida só começa mesmo depois do Carnaval. Mas ele já se foi e deixou muitas energias boas para que nosso 2016 seja repleto de oportunidades, principalmente quando tratamos de redes sociais. Os últimos dados que temos de acesso dão conta de que elas só crescem no país. A Pesquisa Brasileira de Mídia 2015 (PBM), divulgada pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, diz que quase metade dos brasileiros usa a internet regularmente.

Os conectados dizem utilizar as redes sociais para se informar, para se divertir, para passar o tempo livre e para estudar. Segundo a pesquisa, as pessoas costumam estar mais conectadas nos mesmos horários, independente do dia: das 10h às 11h e das 20h às 21h.

32% dos usuários não realizam nenhuma outra tarefa enquanto estão conectados, como comer, conversar ou assistir à televisão. A conexão por aparelhos móveis já atinge a incrível casa dos 66%. Depois do Orkut, que foi a porta de entrada desta nova forma de se conectar, podemos concluir que investimos nas redes sociais para nossos negócios ou continuaremos fora de um grande mercado. Mas no meio de tantas opções, qual rede social empreender em 2016?
Este com certeza será o ano dos vídeos, porque, relativamente, a leitura na evolução da humanidade é recente. Estamos programados para prestar atenção e entender as coisas que se movem e, adicionando som, aumenta o efeito. Cerca de 90% da informação captada por nossos cérebros é visual e nós processamos imagens 60 mil vezes mais rápido do que podemos processar textos.

Por isso, o Facebook, a rede social usada por 83% dos internautas brasileiro, se adaptou aos vídeos e até oferece imagens em movimento em sua foto de perfil e um servidor próprio para os envios. Mas não é dele que quero falar. Preste atenção no WhatsApp, com 58% de internautas; no Youtube, com 17%; e no Instagram, com 12%. Todas envolvem os vídeos, e provavelmente você já pensou em utilizá-las em seus negócios ou para seu marketing pessoal.
Além das que já conhecemos, o Linkedin será a rede social com maior crescimento aos que investem em suas carreiras, negócios e marketing pessoal; e o Periscope, em ascensão por envolver os vídeos ao vivo, é uma ótima forma de integrar o branding das empresas e negócios com seus públicos, fidelizando, interagindo, vivendo a realidade e momentos.

Outra rede superimportante e com visibilidade, principalmente, entre os jovens tem um fantasma amarelo como ícone. O Snapchat veio devagar, mas agora para ficar e crescer cada vez mais. Veja que existem oportunidades, principalmente as que interagem você, sua marca e seu público. Investir em interação é a chave para 2016. É claro que gostamos de qualidade, design, mas é sempre melhor feito do que perfeito. Pense assim e construa sua autoridade, novos negócios, marketing pessoal e posicionamento.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanhaTodos os direitos reservados