Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Emprego X Carreira: diferenças entre os dois caminhos

Emprego X Carreira: diferenças entre os dois caminhos
10:59 am ,25 de abril de 2019

Por diversas vezes você já pode ter pensado que ter um emprego ou seguir uma carreira seja a mesma coisa. Contudo, essas duas palavras definem conceitos completamente diferentes que, mesmo inconscientemente, você pode estar aplicando em sua vida. De forma resumida, pode-se dizer que emprego é o que você tem para ganhar dinheiro em troca do seu trabalho, enquanto carreira é o que você constrói ao longo dos anos a fim de se sentir realizado profissionalmente.

Qual a diferença entre emprego e carreira?

É possível que você tenha um emprego e uma carreira ao mesmo tempo, mas também é comum que você mantenha um emprego sem uma carreira e vice-versa. Todo profissional pode trocar de emprego a qualquer momento — ou mesmo ficar desempregado — mas, a carreira é um longo e único caminho percorrido por toda a vida. Em outras palavras sua carreira é toda a sua estrutura profissional: o que você já estudou, leu, experimentou, praticou e conheceu ao longo dos anos, em suas diferentes experiências profissionais.

Mas, se você fica estagnado em uma mesma função, por toda a vida, a carreira pode ficar prejudicada assim como o seu futuro. Ou seja, conquistar o sucesso profissional está diretamente ligado à construção de uma carreira. Para se desenvolver, portanto, “é necessário investir em sua área de atuação e crescer continuamente, profissional e pessoalmente”, afirma Bruno Cunha, Headhunter & Master Coach de Carreira, também sócio da Pontus Consultoria em RH, empresa especializada em assessoria de carreira.

Como uma carreira pode se comprometer?

Abaixo foram selecionados alguns comportamentos que você pode ter no seu emprego e que, consequentemente, prejudicam a sua carreira. Confira!

Mau relacionamento

Saber trabalhar em equipe é uma das competências mais procuradas pelas empresas na atualidade. Sendo assim, saiba se relacionar com todos os seus colegas de trabalho. Quem gera atrito ou não colabora com o serviço dos demais, sem dúvidas acaba se tornando um incômodo para os gestores.

Desmotivação

Muitas pessoas trabalham a vida toda, mantém seus empregos, mas não constroem uma carreira. Isso, porque, se sentem desmotivadas e atuam de qualquer maneira, apenas completando seu trabalho em troca de um pagamento ao final do mês. Uma pesquisa realizada pelo Instituto Locomotiva revelou que 56% dos brasileiros estão insatisfeitos em suas funções. Se você se sente frustrado com sua posição atual talvez seja a hora de procurar uma nova ocupação e, finalmente, planejar uma carreira de sucesso.

Estagnação

A falta de motivação, citada anteriormente, também leva os profissionais a outra deficiência em suas carreiras: a estagnação. “Todo mundo precisa ser o autor de sua própria vida, seja em casa ou no trabalho. Desenvolver-se e buscar novas habilidades é fundamental para a evolução de qualquer profissional”, resume Bruno Cunha.

Procrastinação

Você enrola, deixa tudo para a última hora e acaba não produzindo nada? Saiba que a procrastinação pode afetar tanto sua carreira quanto sua vida pessoal e a relação com família e amigos — afinal, ninguém quer depender de uma pessoa que não faz a sua parte. Por isso, planeje seus dias, seu mês e a sua carreira de forma a manter-se em constante aprendizado em todas as esferas.

“Só há a perda de um emprego quando não existe uma carreira”, afirma Bruno Cunha. Como você pode perceber, há uma grande diferença entre manter um emprego e se ter uma carreira profissional: se você tem uma carreira sólida e interessante, com certeza, não ficará sem emprego, nem mesmo durante os períodos econômicos mais complicados. Investir em sua carreira é sinônimo de sucesso!

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados