Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Enxaguante bucal precisa ser usado em toda escovação?

Enxaguante bucal precisa ser usado em toda escovação?
11:11 am ,1 de abril de 2019

O enxaguante bucal é um dos responsáveis por controlar o mau hálito e deixar seus dentes longe de bactérias e cáries, sendo importante em qualquer rotina de higiene bucal. No entanto, ainda existem algumas dúvidas que o cercam: será que devo utilizá-lo todos os dias? Quantas vezes? Com ou sem álcool? Tem gente que até o evita por pensar que causa ardência ou por achar que o produto não é tão necessário. E embora ele seja coadjuvante, não significa que não seja um excelente aliado hora de combater a gengivite e a periodontite. Quem explica mais sobre esse assunto é o odontólogo e especialista em estética, Vinícius Barçal.

Benefícios do enxaguante bucal
O enxaguante bucal é um produto que contribui para que a sua higiene bucal não fique comprometida. No entanto, o uso dele por si só não é suficiente, uma vez que ele remove parcialmente a placa bacteriana. Por isso, Vinícius esclarece: “A forma correta de se higienizar a boca e os dentes é através da escovação e do uso do fio dental”. O enxaguatório pode ser associado à escovação e ao uso do fio dental na higiene bucal para completar a remoção da placa e dar a sensação prazerosa do frescor e bom hálito. “Não se engane com a sensação de frescor. O enxaguatório não será sinônimo de limpeza se for usado sozinho. Uma higienização incompleta pode levar ao acúmulo de placa bacteriana na superfície dos dentes, causando cáries, doenças periodontais e mau hálito”, alerta.

Indicado para pacientes com gengivite, periodontite, cárie e no pós-cirúrgico
Segundo Vinícius, o enxaguante bucal é indicado em casos específicos como cáries, gengivites, periodontites e pós-cirúrgicos, embora possa, também, ser utilizado pelos demais pacientes, aliado a uma boa escovação e ao uso do fio dental. “Para os demais indivíduos da população, os enxaguantes bucais são coadjuvantes na higiene oral e não são indicados de forma irrestrita”, explica.

O enxaguante deve ser usado em todas as três escovações mínimas do dia?
Como um todo, a população pode usar o enxaguante uma vez por dia, mas vale ficar atento e perceber se o uso do enxaguante não está causando ressecamento da boca, o que pode ser prejudicial a mucosa bucal. Além disso, Vinícius ressalta: “O uso indiscriminado sem o acompanhamento de um dentista pode causar um desequilíbrio na flora bacteriana bucal, levando ao desenvolvimento de infecções oportunistas, como a candidíase”, explica o odontologista, ao concluir: “Indivíduos que apresentam alguma condição específica que requer o uso de enxaguatório bucal devem seguir as recomendações do dentista quanto ao modo de utilização do mesmo”.

Consulte seu dentista e lembre-se, a prevenção é a melhor forma de tratar qualquer coisa. Este texto é uma recomendação da Dra. Juliana Comunian. Agende uma consulta:

Dra. Juliana Comunian
(35) 3221-6897
Rua Alberto Cabre, 63, Vila Pinto – Varginha/MG

Fonte: Sorrisologia

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados