Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Estratégias de sucesso para a gestão de empresas familiares

Estratégias de sucesso para a gestão de empresas familiares
16:00 pm ,6 de novembro de 2018

Existem alguns passos importantes para a sobrevivência de empresas familiares. Uma gestão preparada é aquela que tem estratégias bem definidas a curto e a longo prazo, com projetos bem consolidados, que devem ser repassados de geração em geração.

Um gestor que não se preocupa em preparar seus sucessores está aos poucos selando o futuro de seu negócio. Isso porque, a falta de estratégias acabam gerando esforços adicionais ao herdeiro, que poderiam ser evitados.

Seja para familiares, seja pensando em uma venda futura da empresa, a governança corporativa familiar, estratégias a curto e longo prazo, o financiamento, as atitudes diante da inovação, entre outros fatores são de extrema importância para a continuidade de organizações familiares dentro da gestão profissional das empresas. .

É importante que os sucessores entendam e absorvam a essência do negócio. É por isso que os conceitos e o preparo deles dependem diretamente dessas estratégias de sucesso para a gestão de empresas familiares. Continue a leitura e confira cada uma delas.

A GOVERNANÇA CORPORATIVA FAMILIAR

A governança corporativa familiar permite que seja adotada uma estrutura que facilita o diálogo. Assim, fica menos complexo o direcionamento das ações, a formalização de objetivos e o alinhamento de expectativas.

Um conselho familiar deve ter em mente pautas que sejam relevantes para a prosperidade do negócio. Assuntos que devem ser discutidos e analisados pensando sempre no melhor para a empresa.

É comum que as novas gerações busquem por planejamentos estratégicos, enquanto a geração sênior acredita não ser um assunto importante. Neste ponto está o nó que precisa ser desatado para que os negócios continuem a fluir.

De acordo com pesquisas da PWC, 43% das empresas familiares não possuem plano de sucessão e apenas 12% delas conseguem chegar a uma terceira geração. Por isso, a estratégia de sucessão não pode ser deixada de lado ou colocada no papel de última hora.

O PLANEJAMENTO DE SUCESSÃO EM EMPRESAS FAMILIARES

Além das metas e objetivos e do direcionamento por meio de planos de decisão, os cargos dentro de uma empresa familiar precisam ficar claros e serem definidos de acordo com as qualificações de cada membro. Neste mesmo contexto, é preciso pensar na sucessão e se preocupar com fatores como:
Buscar conhecimento e qualificação
As experiências são importantes para cargos de liderança em qualquer tipo de empreendimento, porém, nas empresas familiares elas são essenciais para o crescimento do negócio. Isso inclui conhecer o dia a dia de outras organizações e adquirir competências específicas, além de conhecimentos necessários para uma boa gestão.

EQUILIBRAR O PROCESSO DECISÓRIO

Quando o negócio está no processo de mudança de uma geração para outra é importante criar uma estrutura organizacional ampla, que não esteja focada nas decisões de apenas uma pessoa, assim, o processo decisório deve acontecer de forma coletiva. Lembrando que a gerência tem o papel de supervisionar o processo de sucessão e garantir a aptidão dos membros da família nomeados para cargos específicos.

COMEÇAR DESDE CEDO

Quanto mais cedo o processo for iniciado, mais as pessoas vão saber o que fazer para o negócio continuar dando certo. Começar a trabalhar na empresa desde cedo é essencial, principalmente, para quem vai ocupar cargos executivos e precisam conhecer as ações da atual gestão e ganhar a experiência suficiente para se tornar um proprietário competente.

LIDAR BEM COM A INOVAÇÃO

Toda empresa deve seguir o ritmo de mudanças proporcionado pelas novas tecnologias e modelos de negócio que surgem a todo tempo. As tendências afetam diretamente o mercado e o desenvolvimento de um plano estratégico está cada vez mais sendo ditado pelas evoluções e inovações tecnológicas.

OS ESFORÇOS REDOBRADOS DE EMPRESAS FAMILIARES

A sucessão ainda é uma das estratégias que mais exigem ações assertivas na gestão de empresas familiares. Os esforços precisam ser redobrados para que tudo aconteça de modo eficaz. A profissionalização também é um ponto a ser discutido em negócios de família, pois é comum não pensar em governança e em planos de gestão.

É preciso criar espaço para o planejamento de estratégias que pensem no futuro da família e da empresa ao mesmo tempo. As oportunidades da inovação digital também devem ser vistas de forma positiva pelas gerações, sejam aquelas acostumadas com o tradicional, sejam as que já não conseguem viver longe das tecnologias.

Algumas áreas de negócio exigem das famílias a capacidade de reinventar e não perder o espírito empreendedor. Neste sentido, a próxima geração tem um papel estratégico na construção dos planos futuros da empresa.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados