Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

Scroll to top

Top

Graça Moura se desculpa e Prefeito se envolve no caso

Graça Moura se desculpa e Prefeito se envolve no caso
11:00 am ,2 de agosto de 2016

da Redação

O Movimento Pró-Cultura, formado por empresários do setor, produtores culturais, músicos, artistas, atores e outros agentes do setor cultural da cidade, esteve reunido com o prefeito de Varginha, Antônio Silva e com o chefe de governo, Carlos Honório. O grupo levou ao conhecimento da administração municipal as questões levantadas pelo Movimento e a falta de respeito com os produtores culturais da cidade por parte do diretor-superintendente da Fundação Cultural, Francisco Graça de Moura.

A principal questão – e talvez a mais séria – é a falta de transparência na gestão da Fundação Cultural. Além do alto custo para locação do Teatro Capitólio, por exemplo, Graça Moura exige 30 cortesias para a Fundação Cultural. Essa e todas as outras reivindicações levantadas pelo Movimento Pró-Cultura foram recebidas pela administração municipal e, em entrevista ao vivo pela fanpage do Perfil WE, o prefeito se comprometeu a responder todas elas.

No mesmo dia, pela manhã, Graça Moura ficou 24 minutos no ar, quando fez uma “mea-culpa” dizendo que se desculpa caso tenha “ferido sensibilidades” ao chamar os produtores culturais de frentistas. Na mesma entrevista, ele anunciou o cancelamento do festival Rango de Rua via Fundação Cultural. Antônio Silva confirmou na entrevista ao Perfil WE que retirou o apoio da prefeitura via Fundação Cultural do projeto Rango de Rua.

Os organizadores do Rango de Rua disseram ao Blog do Madeira que vão procurar o SEHAV (Sindicato Empresarial de Hospedagem e Alimentação de Varginha) para buscar o apoio do setor na realização do evento. O presidente do SEHAV afirma que ainda não recebeu nenhuma solicitação neste sentido.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanhaTodos os direitos reservados