Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Hackers criam aplicativos de combate à corrupção

Hackers criam aplicativos de combate à corrupção
16:00 pm ,15 de agosto de 2017

Quando a administração pública compra um produto ou serviço é muito difícil para o cidadão comum saber se o Executivo pagou o preço justo ou se houve superfaturamento ou desvio de recurso público. Para prevenir a corrupção e o desperdício do dinheiro e melhorar o acesso aos dados públicos é que surgiu o Hack In Sampa, competição entre grupos de hackers organizada pela empresa Horizon Four e Incubadora de Projetos Sociais Cidade viva, iniciativa do vereador Police Neto.

Os quatro grupos finalistas da competição apresentam suas ferramentas tecnológicas de combate à corrupção na próxima terça-feira, dia 15 de agosto, às 19 horas, no auditório da Associação dos Advogados de São Paulo (AASP). O evento tem patrocínio da Fecomércio e Banco Itaú e apoio da IBM e da Controladoria-Geral do Município. As três equipes vencedoras receberão prêmios em dinheiro.

A primeira etapa do Hack In Sampa foi realizada nos dias 3 e 4 de junho deste ano. Onze equipes de hackers – cerca de 50 pessoas – competiram entre si e passaram 36 horas no plenário da Câmara Municipal de São Paulo desenvolvendo projetos de combate à corrupção utilizando dados públicos. Nos mesmos moldes do Campus Party, o plenário se transformou em um acampamento com direito a barracas, pizza de madrugada e muito trabalho.

O júri da primeira etapa do Hack In Sampa contou com a participação do presidente da Hyundai do Brasil, Victor Park, de Cláudio Bessa, representante da IBM, Alecsandro de Souza, da FecomércioSP, e de Rodrigo Quinalha, da Kick Ventures.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados