Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

Scroll to top

Top

Hyundai encerra trimestre com quase 10% de participação

Hyundai encerra trimestre com quase 10% de participação
15:00 pm ,12 de abril de 2016

Em meio a um mercado que retraiu 28,3% nas vendas de automóveis e comerciais leves, de acordo com a Fenabrave, nos três primeiros meses de 2016, as vendas da Hyundai atingiram 46.028 unidades, somando veículos nacionais e importados. Este resultado confirmou o posicionamento da montadora sul-coreana na quarta colocação do mercado nacional, com 9,9% de participação – em 2015, no mesmo período, a marca obteve 7,47% de participação.

No comparativo entre os meses de fevereiro e março deste ano, a Hyundai obteve crescimento de 24,3%, ao emplacar mais de 17,3 mil automóveis e comerciais leves nacionais e importados.

Para o presidente da ABRAHY – Associação Brasileira dos Concessionários Hyundai, Daniel Kelemen, este é um excelente resultado, principalmente se for observado o comportamento de todo o mercado no período. “O resultado consolidado se mostrou importante para as operações da Hyundai no Brasil. Estamos cada vez mais empenhados em conquistar a preferência do consumidor, com produtos inovadores e, principalmente, um atendimento diferenciado em nossa rede. Os números têm mostrado que estamos no caminho certo”, comentou.

Na opinião do presidente da ABRAHY, o trabalho desenvolvido em conjunto com a montadora, especialmente na área de serviços e pós-vendas, contribui para o consumidor tenha uma boa experiência nas concessionárias, garantindo maior fidelização e engajamento com a marca. “A Hyundai quer ser a marca mais amada do Brasil. E a Rede trabalha para levar este conceito ao consumidor, por meio de um ótimo atendimento em vendas e, especialmente, no pós-venda”, pontua Kelemen.

Segundo Kelemen, as vendas devem seguir os dados projetados pela Fenabrave, com leve retração ao final de 2016. De acordo com o presidente da ABRAHY, no entanto, esta tendência poderá ser alterada, caso ocorram mudanças no cenário político e econômico no Brasil.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanhaTodos os direitos reservados