Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Imposto de renda ainda gera dúvidas entre contribuintes

Imposto de renda ainda gera dúvidas entre contribuintes
11:00 am ,19 de março de 2019

O prazo para envio da declaração do Imposto de Renda já está acontecendo. Contribuintes brasileiros têm até dia 30 de abril para enviarem suas informações para a Receita Federal. Uma semana após o início do prazo, mais de 2,5 milhões de pessoas já declararam seus rendimentos e acertaram sua situação com o governo.

Mas a Receita espera que até o final do prazo este número cresça bastante. A estimativa é que o total de declarações recebidas chegue ao montante de 30,5 milhões em 30 de abril.

Segundo a análise de especialistas, a grande dificuldade que os contribuintes podem encontrar neste momento é de preparar os documentos e os comprovantes. Estes documentos devem ser utilizados para certificar que o pagamento de tributos foi realizado corretamente e precisam ser apresentados na declaração.

Dessa forma, o primeiro passo que o contribuinte deve realizar para saber como declarar o Imposto de Renda é reunir todos os documentos necessários.

A declaração do Imposto de Renda é composta basicamente de duas etapas: a apresentação de todos os rendimentos e a declaração das despesas consideradas aptas a gerar dedução do imposto. Por isso, o contribuinte deve reunir os informes de rendimentos e os comprovantes de despesas.

Quando se fala em informe de rendimentos, pode ser entendido como o documento que serve para comprovar o valor que foi ganho ao longo do ano. O contribuinte pode requisitar este documento de três fontes diferentes:

– Informe de rendimento do empregado: documento que serve para que o contribuinte assalariado obtenha um histórico do que recebeu ao longo do ano, tanto da sua receita bruta, quanto do que foi retido na fonte pelo empregador.
– Informe de rendimento bancário: documento enviado pelo banco com as transações financeiras bancárias para a conta do contribuinte.
– Informe de rendimento da corretora: documento recebido caso o contribuinte tenha realizado algum investimento. Neste documento são apresentados os tributos de cada aplicação.

Os comprovantes das despesas também são importantes. Algumas áreas como saúde e educação possuem despesas que podem ser deduzidas, desde que seja apresentado um comprovante com os dados pessoais do contribuinte e da entidade que realiza o serviço.

Depois de separar os documentos, o contribuinte precisa acessar o programa da Receita Federal e preencher os campos necessários. Em 2019, esse procedimento pode ser realizado por meio do programa para computador e por meio do aplicativo para dispositivos móveis.

O preenchimento deve acontecer de forma gradual e seguindo a ordem estabelecida pelo próprio programa. O contribuinte deve ter atenção na hora de informar os rendimentos.

Há alguns campos reservados para os rendimentos tributáveis, como salários, investimentos na Bolsa de Valores e alguns títulos de renda fixa como CDB e Tesouro Direto. Da mesma forma, há também espaço especial para colocar os dados dos rendimentos não tributáveis como a poupança, LCI e LCA.

Após o preenchimento de todas as informações, é preciso finalizar o processo e enviar a declaração para a Receita Federal. Neste momento, o próprio sistema fará a análise da declaração e apresentará a situação final.

Se após a declaração o contribuinte se encontrar em uma situação de dívida de tributos, será gerado e emitido um documento chamado DARF ou Documento de Arrecadação de Receitas Federais. Este boleto serve para que seja pago a diferença e o contribuinte consiga acertar sua situação.

Por outro lado, se ao final da declaração, ficar constatado que o contribuinte, ao longo do ano, pagou mais impostos do que deveria, ele será incluído no grupo de pessoas que têm direito à restituição do Imposto de Renda.

Neste caso, é preciso aguardar até junho. O pagamento da restituição do Imposto de Renda segue uma ordem dividida em lotes, o primeiro lote será disponibilizado para o grupo de prioritários no dia 17 de junho e o último lote no dia 16 de dezembro.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados