Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Julho Verde alerta sobre câncer de cabeça e pescoço

Julho Verde alerta sobre câncer de cabeça e pescoço
15:00 pm ,20 de julho de 2017

O “Julho Verde”, assim como o Outubro Rosa e o Novembro Azul, é um período voltado para a conscientização sobre câncer, nesse caso, na região da cabeça e do pescoço. Segundo estimativas do Instituto Nacional do Câncer (INCA), referente ao período 2016/2017, são esperados cerca de 30.000 novos casos somente de cavidade oral, laringe e tireoide no Brasil. “Esses alertas são importantes para que a população entenda o quão importante é se informar sobre assunto para se prevenir e entender como perceber os sinais da doença“, explica Thiago Jardim Arruda, radio-oncologista da Radiocare-Hospital Felicio Rocho.

Entre os tipos mais comuns da enfermidade estão câncer de boca, faringe, laringe, e tireoide. Excetuando-se o câncer de tireoide, todos os outros sítios acometidos compartilham dos mesmos fatores de risco. “O cigarro e o álcool são os principais responsáveis por esse tipo de doença também. Geralmente, o paciente que é diagnosticado tem algum desses hábitos. Lembrando que se combinados os dois, a chance de ter a doença pode aumentar em até 20 vezes”, conta o especialista.

Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço (SBCCP) na última década a incidência do câncer de boca e orofaringe em pacientes mais jovens e não tabagistas, tem aumentado bastante devido à contaminação pelo papilomavírus (HPV). “O vírus aumenta as chances de aparecer o tumor. Infelizmente, as pessoas ainda não se conscientizaram que sexo oral também necessita de proteção”, explica Arruda.

Diagnóstico Precoce

“A campanha também é importante para que as pessoas compreendam que uma simples ferida que não cicatriza, nodulações no pescoço, alterações na voz ou ainda, uma dor de garganta que dure mais de três semanas podem ser sinais da doença”, esclarece Thiago Jardim Arruda. Ainda segundo o radio-oncologista, saber os sintomas e recorrer às consultas médicas é essencial para o diagnóstico precoce. Segundo Arruda, as chances de sucesso do tratamento podem ser bem maiores se o tumor for descoberto no estágio precoce da doença. Por isso, é importante ficar atento aos sinais do corpo e, a qualquer alteração, procurar um médico especialista.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados