Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Mercado Livre cresce 30% em receita líquida em 2016

Mercado Livre cresce 30% em receita líquida em 2016
14:00 pm ,1 de março de 2017

O Mercado Livre, empresa de tecnologia para comércio eletrônico, reportou hoje os resultados financeiros do quarto trimestre de 2016 e de seu ano fiscal finalizado em 31 de dezembro de 2016.

A companhia encerrou o ano com receita líquida anual de US$ 844,4 milhões, um crescimento de 30% em dólares comparando com 2015. O Brasil – maior mercado da companhia – registrou um dos melhores resultados de sua história, com crescimento de 57% em dólares e 60% em Reais no ano, atingindo receita líquida de US$ 455 milhões, ou mais de R$ 1,5 bilhão.

Na América Latina foram vendidos 181,2 milhões de itens, 41% a mais do que no ano anterior, resultando em um GMV (Volume Bruto de Transações) de US$ 8 bilhões.

“O uso cada vez mais frequente dos dispositivos móveis e dos serviços oferecidos pela companhia (Mercado Pago, Mercado Envios e Publicidade, entre outros) são os principais fatores de crescimento da companhia, principalmente no Brasil, além dos nossos investimentos constantes em qualidade tecnológica e em atendimento”, afirma Stelleo Tolda, COO (Chief Operating Officer) do Mercado Livre na América Latina.

“Outro fator é a decisão do consumidor de utilizar cada vez mais o comércio eletrônico, principalmente o marketplace, como opção para suas compras além do varejo tradicional durante todo o ano, e não somente em datas comerciais específicas. O uso frequente dos dispositivos móveis também colabora para que mais consumidores realizem compras online”.

Destaques de negócios do ano fiscal de 2016:

– Mercado Pago processou 138,7 milhões de transações de pagamento em 2016, um crescimento de 72,6% ano sobre ano. Este total de transações gerou um TPV (Volume Total de Pagamentos) de US$ 7,8 bilhões, o que significa um incremento de 52,7%.

– A unidade de negócios de logística Mercado Envios entregou 86,5 milhões de itens, um crescimento de 91,4% no ano.

Destaques financeiros do Quarto Trimestre de 2016:

– A receita líquida da companhia no período fechou em US$ 256,3 milhões, crescimento de 42% em dólares e 68% em moeda constante.

– O GMV da companhia foi de US$ 2,2 bilhões, crescimento de 11% em dólares e de 48,3% em moeda constante. O crescimento em itens vendidos no período foi de 40,2%, totalizando 51,6 milhões de itens.

– O Brasil registrou um crescimento de 92% em dólares no trimestre e de 65% em Reais – resultado que permite à companhia afirmar que este foi o melhor trimestre de sua história no país.

– A receita proveniente do marketplace cresceu 41% em dólares e 74% em moeda constante. A receita gerada pelos demais serviços do ecossistema cresceu 44% em dólares e 60% em moeda local – crescimento impulsionado principalmente por Mercado Pago (pagamentos e financiamentos a clientes de fora do marketplace).

– O lucro bruto do quarto trimestre foi de US$ 162,7 milhões. A margem de lucro bruto foi de 63,5%, queda de 2 pontos percentuais em relação ao mesmo período de 2015. Esta redução se explica pelas taxas de vendas maiores geradas pela adoção crescente de serviços de crédito e financiamento, investimentos em hospedagem e aos custos relacionados à venda de aparelhos de mobile payment (MPOS).

– O lucro líquido do período foi de US$ 51,3 milhões, resultando em uma margem de 20% e em lucro líquido por ação de US$ 1,16.

Destaques de negócios do Quarto Trimestre de 2016:
– Mercado Pago registrou um excelente trimestre, processando 42,5 milhões de transações de pagamentos, o que significou um crescimento de 68% em relação ao mesmo período do ano anterior. Esse total de transações gerou US$ 2,45 bilhões em TPV (volume de transações de pagamento), um crescimento de 57,5%.

– A oferta de serviços de pagamento de Mercado Pago a vendedores de fora da plataforma continua a oferecer excelentes resultados, crescendo 84% no Volume Total de Pagamentos em moeda constante. Este crescimento é atribuído, em grande parte, pela conquista de lojas de grande porte como clientes, pagamentos crossborder (entre países) e o volume crescente de soluções de pagamento móvel (aparelho MPOS) no Brasil.

– Foram enviados 26 milhões de itens pela unidade de negócios Mercado Envios, um crescimento de 75%. O Brasil é o país em que Mercado Envios possui a maior participação, com a entrega de 71,6% dos itens vendidos na plataforma.

– A participação de Mercado Pago nas transações dentro do Mercado Livre continua crescendo, passando para 78% (contra 54,6% no mesmo período de 2015). No Brasil, a participação de Mercado Pago no marketplace já é total (100%).

Internet móvel: O uso dos dispositivos mobile é um dos maiores fatores de conquista de novos usuários na plataforma: 66% da entrada de novos usuários se dá por plataformas móveis (aplicativo ou versão móvel do site). No período, o volume transacionado no mobile cresceu 98,7% em moeda constante.

Cerca de 1300 marcas e grandes varejistas passaram a anunciar no Mercado Livre em 2016, fazendo parte da estratégia de Lojas Oficiais.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados