Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

Scroll to top

Top

Minuto Perfil WE: O Vermelho é “cor”, acima de tudo

Minuto Perfil WE: O Vermelho é “cor”, acima de tudo
17:00 pm ,6 de maio de 2016

por Alessandra Espanha

Todas as cores têm uma história que está ligada ao processo evolutivo humano e mesclada intimamente com os aspectos culturais das sociedades.

Um dos motivos do predomínio do vermelho em nossa cultura desde a antiguidade, deve-se ao fato de que o homem começou (muito cedo) a fabricar pigmentos vermelhos e por causa da facilidade da produção desse pigmento, obtido de diversas fontes, essa cor obteve o sucesso desde o início dos tempos. Desde a Antiguidade já era dado a cor vermelha atributos de poder, tanto na religião quanto na guerra.

No século XIX havia uma associação entre vestido vermelho e meretrizes (prostitutas), bem como entre vestido preto e luto, morbidez. Mas não há motivo para se encanar com isso, pois é, literalmente, coisa do passado! Já estamos dois séculos a frente. Nossa sociedade é outra, temos outros costumes e formas de pensar.

O vermelho teve na moda grande influência, na Roma antiga se produzia um tipo de vermelho a partir de uma concha encontrada no Mar Mediterrâneo, a “murex”. Como era uma concha rara só eram tingidas com esse pigmento as roupas do imperador e dos chefes de guerra. Na Idade Média já não era possível encontrar essa concha e os tintureiros descobriram uma outra fonte para fabricar um belo pigmento vermelho: os ovos de um inseto conhecido como “cochonilha”, que é parasita de muitas árvores e do qual se extrai o “carmin”, uma variante do vermelho.

A produção do carmin era difícil tornando o preço da mão de obra alto e somente os senhores das altas classes poderiam usar vestimentas tingidas por esta cor. O Carmin era um vermelho brilhante, luminoso, intenso. Os camponeses só podiam usar roupas vermelhas a partir da Garance, que era mais barato e menos luminosa. A diferença entre as classes sociais já surgia nesse período: havia o vermelho dos pobres e o vermelho dos ricos. O vermelho mais vivo era marca de poder, tanto entre a aristocracia quanto entre os padres da igreja. Por isso, a partir do século XIII e XIV, o papa começa a se vestir de vermelho. Assim como os cardeais.

O vermelho, no mundo ocidental, significa festa, natal, luxo e ligadas ao mundo do espetáculo: as salas de teatro são decorados com cortinas vermelhas. Também associamos essa cor ao erotismo e à paixão. Mas na vida cotidiana, usamos menos a cor vermelha, em nossos móveis, mobiliários, automóveis, etc. Hoje usa-se sempre em casos de advertimentos: sinais de trânsito, de proibição, a cruz vermelha ligada à saúde.

Os vestidos vermelhos são dignos de uma femme fatale, tanto por sua aparência quanto pelo seu significado: exalam feminilidade, poder, paixão, sensualidade, amor e vida! Esta é uma cor lindíssima para um vestido a ser usado em diversas ocasiões.

Muitos estilistas e grifes famosas adotam o vermelho em suas coleções e atualmente até para noivas.

Vermelho é uma cor forte, melhor não exagerar na maquiagem. Um batom vermelho cai bem. Afinal, é tom sobre tom, mas cuidado com os exageros. Prefira sempre maquiagem clara, sem brilho, esquecendo maquiagem 3D e neon, que com certeza não caem bem com este tipo de vestido. A melhor indicação seria uma maquiagem natural nos olhos ou nude com um toque de cor nos lábios.

A cor também é forte demais para um casamento pela manhã. O mais indicado seria casamento à noite e em fim de tarde, que ainda tem a festa no período noturno. Também não é uma cor muito indicada para casamento na praia, no campo, ou country, por não combinar com o tema. Mas dependendo da decoração, cai sim muito bem, em especial se tiver flores e alguns detalhes em mesa e teto com a cor do amor.

Sapatos coloridos não combinam com vestido vermelho. O melhor aqui é sapato de tom igual para ficar no básico monocromático sem erros. Mas o sapato pode receber detalhes com brilho, renda, ou o que mais se quiser acrescentar para combinar.

Este vestido que uso é da loja Loukas e Santas que agora atende em dois endereços
Loja 1. Via Café Garden Shopping
Loja 2. Presidente Antônio Carlos, 670.

Segundo a proprietária Carla e sua sócia, as expectativas com as duas lojas são as melhores para atender Varginha e região. A equipe possui quatro pessoas para atender ao público. O diferencial das roupas é o equilíbrio entre o sensual, o elegante e o fashion. Carla enfatiza que o nome LOUKAS & SANTAS já diz tudo, para atender todas as mulheres de todos os gostos!

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanhaTodos os direitos reservados