Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

OAB/MG dará mais voz e apoio ao o Sul de Minas

OAB/MG dará mais voz e apoio ao o Sul de Minas
15:00 pm ,17 de novembro de 2015

por Renata Mitidiere

O Brasil é o recordista no número de advogados por habitantes e Minas Gerais é o oitavo estado no ranking, com cerca de um advogado para cada 399 mineiros. Isso mostra, sem dúvida, a importância de uma instituição como a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). Seja na defesa dos direitos dos cidadãos, seja na representação da sociedade como dever ético da profissão, a OAB é um dos órgãos mais respeitados do país. Por isso, as eleições para a diretoria da Ordem é assunto de interesse público.

As eleições na Seccional mineira da OAB se aproximam, com o pleito marcado para o próximo sábado, dia 21 de novembro. Todas as 217 Subseções situadas em cidades mineiras também escolhem seus dirigentes. A OAB/MG tem concorrência em chapa única, mas se diferencia das demais do país por não ser reeleição. Encabeçada por Antônio Fabrício de Matos Gonçalves, a chapa conta, ainda, com o advogado sul mineiro Gustavo Chalfun como candidato a Secretário Geral.

Assim, cresceu a importância da região frente a OAB/MG, como região estratégica para o trabalho da Ordem, seja defendendo a classe ou promovendo justiça social. Prova disso é que o candidato à presidência em chapa única tem propostas exclusivas para o sul de Minas. O objetivo é aproximar o interior da Seccional mineira e facilitar o acesso dos advogados à Ordem.

“Para o Sul de Minas especificamente, nós vamos criar núcleos de inclusão digital nas principais cidades. Esses núcleos terão foco no treinamento do Processo Judicial Eletrônico. Além disso, nós vamos profissionalizar as prerrogativas, contratando advogados em várias dessas cidades. Nós também vamos descentralizar serviços da Ordem, tendo algumas subsedes da Ordem no Sul de Minas”, afirma Antônio Fabrício em entrevista.

As eleições acontecem no próximo dia 21 de novembro, das 8h às 17h. O voto é obrigatório para todos os advogados inscritos na OAB/MG e que estejam em dia com suas obrigações com a Ordem. Os advogados que não votarem precisam justificar a ausência sob pena de multa de 20% sobre o valor da anuidade. Não há mais tempo hábil para os advogados inadimplentes regularizarem sua situação para votar, uma vez que o prazo era de até 30 dias antes do pleito.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados