Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Os 4 Ps do marketing: um acelerador de vendas

Os 4 Ps do marketing: um acelerador de vendas
11:00 am ,11 de abril de 2017

O marketing é uma arte que pode ser aprendida por você. Marketing é a análise do mercado, seu público, suas vendas e produtos, para o desenvolvimento da melhor estratégia para alavancar as vendas da sua empresa.

Com exercícios simples, você conseguirá elaborar uma estratégia para que os seus produtos faturem o previsto no seu planejamento de vendas.

O conceito dos 4 Ps do Marketing surgiu nos Estados Unidos. Lá temos: “product”, “price”, “place” e “promotion” – em português, respectivamente, produto, preço, praça/ lugar/ distribuição e promoção.

Hoje empresas deixam de aumentar suas vendas por não analisar com cuidado cada pilar do marketing.

1) Produto
Nesse primeiro passo, vamos lançar algumas perguntas a você:
Qual é o seu produto? Ele é um tangível (objeto) ou intangível (um serviço, por exemplo).
Essa diferenciação é importante para traçar as suas estratégias de marketing e de vendas.
Quais são os benefícios que ele oferece ao consumidor? Quais necessidades ele atende?
Quais diferenciais ele oferece em relação ao que já existe no mercado?
Quais são os seus produtos mais rentáveis?
Reflexão: Quais são as três coisas que o seu produto ou serviço faz para melhorar a vida ou trabalho de seus clientes?

2) Preço
Primeiro é preciso destacar que preço é diferente de valor.
Valor é a diferença entre os benefícios que o cliente obtém ao adquirir o seu produto e o custo dele.
Quanto mais valor o cliente percebe no seu produto, mais espaço para vender por um preço acima da média de mercado.
O preço do seu produto deve considerar os gastos para produzir o seu produto. Os gastos desdobram-se em fixos e variáveis.
Entre os primeiros podemos citar contas de água, aluguel, salário dos colaboradores. Já entre os segundos vale considerar a matéria-prima, embalagens, etc.
Inclua no preço a margem de contribuição, que visa cobrir os custos que você tem para manter a empresa girando (impostos, custos de água, luz, locação, o seu pró-labore como empreendedor, etc.). E lembre-se dos descontos concedidos, eles são custos também.
A diferença entre o preço de venda e o custo do produto é a margem.
O seu preço ainda deve considerar o quanto a concorrência pratica e a persona que você busca atender.
Quem define preço é o mercado. O quanto está disposto a pagar. Por isso gestão de custo deve ser prioritário para saber o quanto tem de margem e lucro.
Reflexão: Quais as três maneiras que você poderia alterar os seus preços ou termos e condições de venda para fazer a compra de seu produto mais atraente?

3) Praça
Trata-se dos locais onde o seu produto ou serviço poderá ser encontrado. Quem trabalha no varejo usa muito a expressão “PDV”, de ponto de venda.
A escolha do canal de distribuição do produto é essencial para traçar a sua estratégia de marketing: ele será exclusivamente on-line? Você oferecerá para todo mercado? Adotará a estratégia de lojas-conceito?
Muitas empresas estão aumentando sua praça, criando e-commerce. A previsão de crescimento para 2017 é de até 15%, sendo que em 2016 foi de 11% segundo a ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico).
Quem fez a lição de casa de elaborar a persona, conseguiu nessa fase identificar quais canais são os preferidos pelo seu público.
Independente da estratégia adotada, o seu cliente deve ter fácil acesso ao seu produto/ serviço. Em caso contrário, o efeito negativo é a sua marca se “queimar” pelo famoso “tem, mas acabou”.
Reflexão: Onde mais você poderia vender o seu produto ou serviço, ou de que maneira você poderia fazer seu local de trabalho mais atraente para um cliente? Se usar site ou e-commerce, como poderia torna-lo mais atraente.

4) Promoção
É a oferta de incentivos imediatos para o cliente como degustação, brindes, descontos e prêmios para estimular que ele experimente, compre ou volte a adquirir o seu produto ou serviço.
Esse 4º P do marketing inclui também a divulgação do seu produto: e aí podemos falar da estratégia de comunicação para tornar seu produto mais conhecido e desejado pelo público.
Especialista em Marketing e editores de Marketing de Conteúdo são parceiros indispensáveis. Com uma simples mudança do título no anúncio ou escrever um conteúdo específico para o seu público, podem aumentar em até 500% as vendas.
Hoje o marketing digital tem sido a escolha de muitas empresas de pequeno e médio porte porque os seus custos são mais acessíveis do que a publicidade em veículos de comunicação, por exemplo.
O marketing de conteúdo é uma ferramenta que reforça o relacionamento do seu cliente com a marca, cria fãs e leva o seu cliente a atravessar sem nem perceber todo o funil de vendas.

Criar um blog e compartilhar suas atualizações nas redes sociais é uma estratégia fácil e eficaz nesse cenário. Quer saber mais sobre marketing de conteúdo. http://www.legions.biz/blog/marketing-de-conteudo-publicidade-eficiente/

Reflexão: Liste três melhorias que você poderia fazer em seu departamento de marketing ou vendas para deixar seu produto/serviço mais conhecido?

Conclusão
Em nossa experiência com os nossos clientes, muitas campanhas de marketing digital falham por não analisarem a fundo os 4Ps do Marketing.
Comprar link patrocinado, Google e/ou Facebook, somente irá evidenciar o que destaca em seu produto/serviço.
Exemplos: Se possui uma descrição não muita clara do que o seu produto resolve de problema, isso só vai potencializar negativamente, podendo prejudicar as vendas.
Ou, formatar um preço que o mercado não está disposto pagar, podendo ser muito alto ou muito baixo, isso quer dizer que o potencial cliente não viu valor em sua oferta.
Um planejamento de vendas ajudará a definir com mais detalhes todas estas etapas. Integração do Marketing com vendas.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados