Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Permacultura: o homem em equilíbrio com a natureza

Permacultura: o homem em equilíbrio com a natureza
14:00 pm ,20 de fevereiro de 2019

Se escolhermos uma fruta, na grande maioria dos casos, ela chega até a mesa do consumidor vinda de uma produção em larga escala ou da Agricultura Familiar da sua cidade ou próxima a ela.

O alimento que inserimos na sua maior parte é originado da agricultura convencional, sendo das grandes, médias propriedades ou da Agricultura Familiar, que utilizam agrotóxicos e outros produtos durante o cultivo.

Contudo esses agrotóxicos além de afetar a nossa saúde, essa produção também prejudica outros agricultores que desejam produzir produtos orgânicos e também interfere no equilíbrio do meio ambiente.

Para mudar essa e outras realidades da nossa vida em sociedade, a Permacultura foi criada pelos australianos Bill Mollison e David Holmgren, como um movimento contrário às técnicas de cultivo agroindustrial logo após segunda guerra mundial.

O termo “cultura permanente” é originado do inglês Permanent (permanente) e Culture (cultura ou cultivo): Permaculture.

A palavra permanente também traz um significado importante para o movimento, o de manter uma sustentabilidade em espaços por muito tempo de recursos indispensáveis para a vida humana, ou seja, uma produção viável, socialmente justa e sustentável.

Quais são os princípios da Permacultura
Os métodos utilizados na Permacultura foram desenvolvidos, e ainda são, com um objetivo claro de conservação do solo. Para isso, o uso de agrotóxicos, pesticidas ou fertilizantes são dispensáveis, já que eles agridem a terra e também diminuem, por assim dizer, a sua vida útil.

Os princípios da Permacultura exploram maneiras de interligar o destino do planeta com a permanência dos seres humanos aqui, por meio de uma harmonia com todos os sistemas.

Vamos elencar abaixo alguns princípios que explicam melhor essas questões:

Cuidado com a terra
É possível e necessário que se use o solo para o plantio, mas a maneira de fazer isso deve ser sustentável, planejada e a menos agressiva possível.

O ser humano no processo
Como é o ser humano que vai executar os métodos, é importante que a criatividade e a preocupação em desenvolver maneiras mais eficientes e menos violentas com a natureza sejam prioridade.

Repensar o consumo
Questões que repensem o consumo, relacionadas com os recursos ainda disponíveis, devem ser conciliados também com problemas sociais como a fome. Enxergar que é possível redistribuir e tornar a alimentação acessível para diversas camadas da sociedade.

A Permacultura na prática
Pequenos produtores de alimentos orgânicos utilizam diversas técnicas de permacultura nas suas rotinas no campo. Essas técnicas vão desde não desperdiçar os recursos, até utilizar a terra de maneira sustentável.

O respeito pela natureza também é primordial e é uma das bases essenciais da agricultura orgânica, que é feito, por exemplo, por meio de diferentes formas de adubação orgânica, que além de nutrirem a terra deixam os alimentos saudáveis, com todas as suas vitaminas e nutrientes.

A técnicas e práticas agrícolas na permacultura usam métodos tradicionais e descobertas científicas recentes, que, em conjunto, desenvolvem ambientes sustentáveis e benéficos para as diversas formas de vida.

Na cidade essas técnicas também podem ser aplicadas, desde que estejam integradas e que respeitem a natureza, e como já foi dito antes, a vida humana e a de muitos outros seres que vivem conosco em harmonia.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados