Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Produção global de leite está começando a se recuperar em 2017

Produção global de leite está começando a se recuperar em 2017
15:00 pm ,16 de agosto de 2017

Os preços dos produtos lácteos se recuperaram de 2016, mas essa queda do mercado não é de agora, o enfraquecimento do resultado vem dos últimos três anos. O que ajudou nessa recuperação também foi o renovado interesse dos compradores chineses, entre 2013 e 2014 eles acabaram com os estoques durante uma série de compras.

Os preços medidos pelo índice do Comércio Global de Produtos Lácteos demonstram uma recuperação de 47%, dando aos produtos lácteos uma retomada de mercado mais fortes deste ano, embora o índice permaneça bem abaixo do pico de 2013. Mas crescimento continuará em 2017 para acompanhar essa alta. Depois da forte retração do ano passado os números da produção mundial de leite continuam a subir, a informação é do Rabobank em sua divulgação trimestral sobre o setor de laticínios. Porém os analistas de mercado esperavam um ritmo mais acelerado desse crescimento, que é gradativo, mas ainda muito lento.

Esse alívio tão esperado pelos produtores de leite de todo o mundo vem como consequência dos melhores preços e da favorável condição do clima após os três anos de resultados negativos nos preços dos produtos, dizem os analistas do banco da Holanda.

Os últimos meses é que trazem a recuperação dos preços nos produtos lácteos. A recuperação foi impulsionada por uma moderação nos suprimentos, com os preços dos insumos mais baixos, impactou finalmente a produção nas principais regiões produtoras. No acumulado do ano, os preços do leite aumentaram em torno de 20 a 25%, mas geralmente permanecem abaixo das médias históricas. Enquanto a produção de leite está caindo, permanecem alguns estoques no mercado, particularmente para o leite desnatado, em pó e queijo, com previsão de que serão escoados nos próximos nove meses.

Mais recentemente a subida nos preços das commodities começa a ser repassado pelos produtores por meio do alto preço do leite. Mesmo assim faz alguns anos que os fazendeiros passam por dificuldades para obter lucro. Os preços dos alimentos lácteos ainda estão favoráveis em algumas regiões, porém o nível dos preços revela que estão quase no preço do custo.

Conforme avançamos em 2017, será possível ver que os preços dos produtos à base de gordura do leite continuam se elevando, com os preços do queijo e da manteiga continuando a subir, porém depois de um tempo teremos preços mais estagnados. À medida que o ano avança e a produção cresce, os preços das commodities começarão se estabilizar. Na Inglaterra os preços têm aumentado, mas não tão rápido quanto os produtores esperavam. Embora muitos produtores tenham sofrido uma forte tensão financeira e tenham abandonado completamente a indústria, acredita-se que aqueles que ainda trabalham estão enfrentando um ano de 2017 melhor.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados