Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Quais as tendências e previsões para o e-commerce em 2017?

Quais as tendências e previsões para o e-commerce em 2017?
11:00 am ,23 de fevereiro de 2017

Mesmo diante de um cenário econômico desfavorável, o setor de e-commerce parece caminhar na contramão da crise. De acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), o comércio eletrônico faturou em 2016, R$ 53,4 bilhões, valor que representa um crescimento de 11% em relação a 2015. Para 2017, a perspectiva é positiva, estima-se fechar esse período com faturamento de R$ 59,9 bilhões.

Para que o comércio eletrônico alcance esses números, os lojistas precisam se reinventar e procurar novas tecnologias para implantar em seus e-commerces, com o objetivo de oferecer produtos e serviços diferenciados. Por este motivo, é importante destacar as tendências e previsões do e-commerce para esse ano:

1 – Tendências: Na opinião do Alfredo Soares, sócio e fundador da Xtech Commerce, plataforma de e-commerce inteligente que permite ao lojista trabalhar de forma multicanal, em 2017, as tendências para o e-commerce serão os marketplaces, já que as lojas precisam estar cada vez mais presentes em todos os canais devido ao seu aumento. Por isso, a competição continua sendo esses canais, e é importante criar uma estratégia bem definida para conseguir alcançar bons resultados; outro ponto de destaque é o crescente uso das soluções mobile. Cada vez mais os lojistas precisam investir no mobile para impactar seu cliente.

O especialista aponta também mais dois elementos que serão tendências neste período: o marketing digital, cada vez mais competitivo, irá fazer com que as marcas realizem campanhas mais assertivas para o seu público alvo; e por fim, o lojista precisa ser Omnichannel, pois precisarão pensar em todos os canais para conseguir crescer e atender a demanda. Muitas empresas já estão expandindo a atuação por outros canais como vender pelo WhatsApp, Instagram, eventos, dentre outros.

2 – Previsões: Atualmente, o problema das fraudes é o grande gargalo das lojas virtuais. Durante 2016, ocorreu uma série de acontecimentos graves e preocupantes que chamaram a atenção de muitos especialistas, como vazamentos de dados pessoais e financeiros, golpes de grandes dimensões, ataques de robôs em dispositivo de internet, dentre outras. Para tentar evitar esse tipo de crime cibernético, a Konduto, empresa que oferece soluções antifraude para o e-commerce, elencou três importantes ações para evitar esses problemas:

Não confie em dados cadastrais – Os dados cadastrais em compras online sempre vão bater – especialmente quando se trata de uma fraude. Essa é uma previsão mais fácil devido aos incidentes recentes. Os cibercriminosos se aproveitam das informações pessoais que circulam pela internet para realizar uma compra “perfeita”. Por este motivo, as empresas que combatem as fraudes têm que desconfiar dos dados cadastrais em 2017;

Fraude via dispositivo móvel – O uso dos dispositivos móveis tem crescido nos últimos anos e por isso, as fraudes aumentam na mesma proporção. Em 2016, quase um terço das transações registradas no Brasil partiram de dispositivos mobile. O mesmo fluxo deve acontecer também no que diz respeito às fraudes. Atualmente, pouco menos de 20% das tentativas de compras ilegais partem de smartphones ou tablets, mas a expectativa é que este número salte consideravelmente ao longo de 2017. Ou seja, os lojistas que vendem pelo app precisam ter cuidado;

Machine Learning –
Essa tecnologia está sendo cada vez mais usada nas empresas para combater as fraudes. No momento que os fraudadores detectam alguma vulnerabilidade em lojas virtuais eles não têm pudor na hora de aplicar os golpes. Devido às dificuldades que um agente humano sofre para ajudar os sistemas antifraude nessa questão, as lojas virtuais podem contar com a Machine Learning que monitora os modelos de riscos e faz os ajustes que forem necessários por meio da inteligência artificial. Em 2017, ela será cada vez mais utilizada pelos e-commerces com objetivo de aumentar as vendas e diminuir o número de fraudes.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados