Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

Scroll to top

Top

Segmento de alimentação teve alta de 9,4% em 2015

Segmento de alimentação teve alta de 9,4% em 2015
14:00 pm ,13 de julho de 2016

O segmento de alimentação no setor de franchising vem mantendo resultados positivos apesar do momento econômico instável, tendo registrado um crescimento de 9,4% em 2015, se comparado com 2014, segundo dados da pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) e pela ECD – Consultoria Especializada em Food Service. O estudo também aponta um aumento de 9,5% no ticket médio do setor.

De acordo com a ABF, o setor de alimentação representa 20% do faturamento total no franchising, com uma receita que chega a R$ 27,910 bilhões. Outro ponto de destaque é o tema sustentabilidade. A pesquisa revelou que 76,22% das franquias adotam práticas que diminuem os impactos ambientais em suas atividades.

Um exemplo disso é a Patroni, maior rede de franquias de pizzarias no Brasil. A marca fechou 2015 com faturamento de R$ 335 milhões e 192 unidades. Para este ano, a marca planeja um crescimento de 20% em número de unidades. Alinhada às questões ambientais, a rede instituiu há algumas décadas o projeto “Eco Pizza” que tem como foco substituir o uso de lenha convencional por briquetes em seus fornos, um subproduto da manipulação da madeira, classificado como ecologicamente correto pelo IBAMA. Para 2016, o projeto contribuirá para a preservação a uma área equivalente a 92 estádios do Maracanã.

E nesse cenário otimista no setor de alimentação, a rede de franquias de açougues de carne nobres do Brasil, o Da Fazenda Açougue Gourmet registrou um crescimento de vendas na sua unidade própria da rede que fica em Ponta Grossa, no Paraná. A marca detectou um aumento de 85% em faturamento e 69% em venda de carne no 1° trimestre de 2016, comparando com o mesmo período de 2015.

Também, dentro do segmento alimentício, o delivery tem apresentado um aumento na procura. Os consumidores têm buscado cada vez mais a comodidade do serviço, seja pela praticidade ou economia. Este é o caso do Brasileirinho Delivery, rede de restaurantes de comida típica brasileira em box, que apostou nas entregas a domicílio e hoje aponta que 70% das vendas da rede correspondem a esses pedidos. A marca é pioneira em seu segmento e oferece um cardápio com mais de 25 opções pratos, além de prezar por refeições saudáveis e com sabor caseiro. A rede está presente em 25 estados brasileiros com 180 unidades. Até o final do ano pretende alcançar 200 lojas e uma receita de R$ 90 milhões.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanhaTodos os direitos reservados