Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Sete dicas para evitar gafes na festa de fim de ano da sua empresa

Sete dicas para evitar gafes na festa de fim de ano da sua empresa
17:56 pm ,6 de dezembro de 2019

As tão esperadas festas de fim de ano das empresas estão chegando. É tempo de celebrar, dar adeus às planilhas e documentos para finalmente comemorar o esforço que todos fizeram para atingir as metas. Mas, além dos comes e bebes patrocinados, esse momento de descontração também é lembrado por situações embaraçosas que colocam os envolvidos em saias justas difíceis de reverter – das quais muitas, inclusive, chegam a resultar em demissão. Para evitar alguns constrangimentos, listei algumas dicas para se divertir sem se preocupar com as consequências dessa festa.

1) Fique atento na hora de se vestir – O motivo campeão dos comentários maldosos nas empresas é o vestuário. A saia estava curta demais, a camisa muito estampada ou o salto alto demais. As empresas não esperam que todos apareçam com os mesmos tons ou de uniforme, principalmente porque hoje uma das qualidades mais valorizadas em uma equipe é a diversidade. A cultura das empresas passou a disseminar o respeito às diferenças e às liberdades individuais, mas o bom senso é primordial. Fique atento a proposta do evento, se será um jantar, uma balada, uma chácara e, caso não esteja no convite, não custa nada perguntar qual o traje esperado para a ocasião, não é mesmo?

2) Certifique-se que pode levar um acompanhante – Geralmente os convites costumam indicar se pode ou não levar acompanhantes, mas caso não esteja, certifique-se de que poderá levar alguém. Imagina que situação desagradável levar alguém, que é importante pra você, para uma festa em que só terão funcionários da empresa ou pior, ter a entrada da pessoa barrada?

3) Pode beber, mas sem exageros – Com o calor de dezembro, no Brasil, é comum que as festas de fim de ano ofereçam pelo menos cerveja. Mesmo com teor alcóolico baixo, em grande quantidade, ela pode distorcer os sentidos e fazer você perder a noção. Essa é a última coisa que você quer em um ambiente corporativo, que por mais que seja uma festa, não quer dizer que você não está sendo observado por seus superiores e por seus pares. Não é problema relaxar um pouco – caso contrário, as empresas nem ofereceriam bebida alcóolica. Mas a consequência para um funcionário que extrapolou os limites podem ser graves. Lembre-se: não é porque é um momento de descontração que você pode fazer ou dizer tudo o que vem à mente – e o excesso de álcool faz com que alguns filtros fiquem inibidos e isso pode trazer sérios problemas para suas relações sociais dentro da empresa.

4) Não seja invasivo ao conversar com chefes e colegas de trabalho – Apesar de ser um momento de diversão, algumas regras do dia a dia na empresa também valem para as confraternizações, ou seja, uma coisa é puxar conversa, outra é insistir em agir como se houvesse intimidade, fazendo perguntas pessoais e comentários inadequados que você não faria se estivesse trabalhando. Além disso, com os superiores, há uma linha tênue entre simpatia e bajulação. Não exagere em elogios que não caibam nas suas conversas e o mesmo vale para quem tentar acessar o alto escalão pensando em se auto promover, isso só fechará portas pra você.

5) Lembre-se das políticas de relacionamentos amorosos na empresa – Se a sua empresa tem uma dessas políticas, não se esqueça dela neste momento. Além disso, mesmo que não existam regras para isso, lembre-se que você ainda terá contato com essas pessoas após a festa de confraternização, por isso, tome cuidado com sua abordagem e conduta para que não se sinta envergonhado por determinados comportamentos que adotou nesta ocasião.

6) Evite falar só de trabalho – Imagine só que enquanto você está comendo, alguém aparece para resolver pendências ou discutir uma entrega em atraso. Desagradável, não? Mesmo se a festa ocorrer durante o horário de trabalho, pega mal discutir burocracias em um ambiente que deveria ser de descompressão e não se esqueça que este é um momento de diversão.

7) Fuja de grupinhos – Essa, sem dúvida, é uma das melhores oportunidade para você conhecer novas pessoas que trabalham em sua empresa. É claro que gostamos de estar perto de quem gostamos e de quem já conhecemos, mas não se esqueça que essa é uma ótima oportunidade de ampliar sua rede de contatos e que isso, sem dúvida, pode te ajudar a se relacionar melhor com outras áreas e abrir portas em novos projetos, por exemplo.

Por fim, por mais que soe clichê, a moderação e o bom senso são os melhores aliados nas festas empresariais de fim de ano. Caso você tenha dúvidas sobre a maneira de se vestir, se é permitido convidar familiares, entre outras questões, converse com o RH da sua empresa. Geralmente são eles os responsáveis por organizar esses eventos e saberão te orientar melhor. O importante é que a festa seja um momento de confraternização, de reforço e construção de novos laços entre os colaboradores e não motivo de problemas futuros.

Boas festas, divirta-se com moderação!

Dalton Morishita é administrador de empresas com especialização em Business pela Australian Professional Skills Institute, e headhunter na Trend Recruitment, consultoria boutique de recrutamento e seleção para marketing e vendas.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados