Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Setores que têm investido no mercado de luxo

Setores que têm investido no mercado de luxo
16:00 pm ,25 de dezembro de 2018

Este ano foi decisivo para comprovação do que já era observado há tempos: os clientes, de fato, buscam mais do que uma simples compra, desejam uma experiência completa, que seja capaz de oferecer inovações e conforto. Esse reflexo é visto principalmente no mercado de luxo. Uma pesquisa realizada pela Bain & Company, consultora mundial da indústria global de bens de luxo, em conjunto com a Altagamma, fundação italiana que fabrica artigos de luxo, constatou uma previsão de crescimento entre 6% e 8% em 2018, somente no Japão.

A nova tendência é positiva para o mundo como um todo e promete agradar todos os segmentos de clientes. O entendimento da experiência de compra como diferencial faz com que os clientes sintam-se reconhecidos pela aquisição e entendam sua importância. Segundo Tarik Faraj, sócio-fundador da TRK Imóveis, o mercado de luxo pode atingir diversos nichos justamente por isso e cada vez mais conquistar os diferentes consumidores, entregando junto do item adquirido uma experiência recompensante em diversos sentidos.

Moda luxuosa

O mundo da moda oferece itens de luxo desde seu início e o número de fiéis deste segmento é enorme. São diversas as marcas consagradas: Prada, Chanel, Dolce & Gabbana, entre outras. Ainda utilizando dados da pesquisa Bain & Company, é possível observar um crescimento de 5% no ano anterior quando se fala deste mercado, que movimentou 1,2 trilhões de euros.

Restaurantes e bares de luxo

Este é o outro nicho que tem chamado a atenção de investidores. Segundo o Sebrae, este mercado cresce cerca de 10% ao ano e, agora, muitos fazem com que seu restaurante alcance cinco estrelas, consagrando pratos e drinks.

Hotéis de luxo

Quem não deseja férias luxuosas? Os hotéis buscam atingir a excelência com diferentes cardápios, opções de hospedagem e atrações. Os hotéis de luxo, que antes eram em sua maioria internacionais, estão cada dia mais presentes no cenário brasileiro – sendo sua grande maioria localizada no nordeste e Amazônia.

Imóveis de luxo

O faturamento baseado na venda de imóveis de alto padrão não para de crescer: no ano de 2016 as vendas representaram R$ 33,9 bilhões. Isso afirma que, apesar da crise, o brasileiro não abre mão do seu conforto. “Quem opta por comprar um imóvel de luxo, está fazendo um ótimo negócio: está aumentando sua qualidade de vida e também adquirindo um investimento, pois este setor está em ascensão”, diz Faraj.

Com escritório localizado em Brasília, a TRK é especializada nos imóveis de luxo local e tem parceria com os maiores grupos imobiliários do Brasil. Para garantir a legitimidade de seus valores, a equipe busca sempre levar a melhor experiência possível para seus clientes.

Com redatores, drones 360º e fotógrafos, a equipe do TRK é preparada com maestria para entender o que seus clientes demandam de um imóvel, que podem ser comprados ou alugados. Saiba mais: www.trkimoveis.com.br

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados