Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

Scroll to top

Top

Snapchat e o novo jeito de fazer publicidade

Snapchat e o novo jeito de fazer publicidade
15:59 pm ,10 de junho de 2016

por Kelly Miyake

Aproximar marcas e seus usuários é tendência dentro das redes sociais. O que antes era apenas uma comunicação direta da marca para seu consumidor, se tornou passado diante da possibilidade de interação que as marcas ganharam aderindo às redes sociais. E, mais do que interagir com o cliente, as empresas querem estar perto deles, inserindo a publicidade em seu cotidiano como algo divertido e transformando essa experiência em algo único.

Seja respondendo aos comentários no Facebook, ou interagindo com os seguidores no Twitter, diversas marcas como a Netflix deixaram de fidelizar seus clientes e passaram à “fãdelizá-los”. Ou seja, as marcas estão indo além de seus produtos. Elas estão explorando o recente campo da Social Media para conquistar a atenção dos consumidores de uma maneira criativa e espontânea, tornando-os fãs da marca.

Recentes artigos dos principais portais sobre mídia, publicidade e propaganda e marcas indicam que o Snapchat tem apresenta um crescimento exponencial e a expectativa para esse ano é que a rede cresça para dois dígitos. Na semana passada, a marca de usuários diários alcançou a marca de 150 milhões. Embora seja uma grande avanço, o Snap ainda está longe do concorrente Facebook Messenger, que chegou a marca de 900 milhões de usuários.

Snapchat
O jeito de fazer publicidade está mudando. E os publicitários e as marcas devem acompanhar esse crescimento iminente dentro das redes sociais. Afinal, como atrair a atenção desse público jovem, multiconectado nas mais diversas redes sociais? O que na TV era um anúncio de 30 segundos dentro do horário nobre com um custo absurdo para as empresas, no Snapchat se torna um anúncio de, no máximo, 10 segundos com cara de vídeo caseiro. E muito se engana quem acha que perde a credibilidade.

A aproximação com o público dentro das redes sociais deve-se ao fato da possibilidade de interação. Quando o consumidor vê que a marca que ele consome é “gente como a gente”, ela se torna mais tangível e próxima, como uma amiga que aceita suas opiniões e responde suas dúvidas com uma linguagem adequada aos seus interesses. Ou seja, embora a busca pela credibilidade dos serviços e produtos seja essencial, o interesse do consumidor vai muito além disso. Afinal, quando ele é respondido pela marca que consome, deixa de ser fiel à marca para se tornar um fã que irá divulgá-la através de suas relações pessoais.

E se as marcas e os consumidores estão passando por mudanças em sua publicidade, as redes sociais também seguem por esse caminho. Elas abrem seu espaço para quem quer vender seus produtos e ideias, criando as oportunidades de espaço para anúncios, disponibilizando resultados e abrangendo áreas e clientes específicos.

O Snapchat já apresentou mudanças para se aproximar das marcas e dos publishers. Em sua mais recente atualização, a rede prova que quer facilitar o acesso do usuário aos conteúdos de parceiros. Enquanto ter muitos seguidores no Twitter ou curtidas no Facebook não é necessariamente sinônimo de resultado, no Snap esses fatores podem apresentar alguma relação.

Quem acompanha determinada pessoa ou marca no Snapchat é muito mais que um mero seguidor, é um fã. Afinal, é uma rede muito mais pessoal, que demonstra a visão da pessoa sobre o tema e torna tangível a aproximação do fã com seu ídolo. Ou seja, para criar uma estratégia e atingir seu público, as marcas devem estar alertas a um fator específico: as publicações devem ser pessoais, com dinamismo e atenção às tendências do que está acontecendo no mundo virtual.

Para as marcas que querem investir em mostrar os seus produtos, vale entrar nos bastidores. Deixe as propagandas e anúncios “quadrados” para o Facebook e Instagram. No Snap, mostre o processo de produção do que você anuncia, de uma forma leve e feita para mostrar que a marca é tão humana quanto quem a acompanha.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanhaTodos os direitos reservados