Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Tendências para o mercado de apps em 2018

Tendências para o mercado de apps em 2018
15:00 pm ,31 de janeiro de 2018

Os smartphones, há muito tempo, deixaram de ser simples acessórios nas mãos de seus donos. Tampouco são usados apenas para chamadas telefônicas ou apenas como meios de comunicação. O desenvolvimento acelerado da tecnologia para o mercado mobile acompanhou o também ágil crescimento da demanda dos usuários de aparelhos celulares.

Hoje, os aplicativos estão presentes em quase todas as etapas do cotidiano, sem distinção de classe social. As empresas desenvolvedoras de apps aumentam em número e lutam para acompanhar as tendências do segmento, em que estar atento às necessidades dos consumidores é regra de sobrevivência.

Preferências dos usuários
As redes sociais ainda são as prediletas da maioria dos usuários de aplicativos. Segundo uma pesquisa feita pelo portal Mobile Time, 4 dos 5 apps mais presentes na homescreen dos smartphones (a primeira tela após o desbloqueio) pertencem às empresas do americano Mark Zuckerberg. Entre elas: WhatsApp, Facebook, Instagram e Facebook Messenger, as principais escolhas dos entrevistados. No quinto lugar, está o Uber, prestadora de serviços na área de transporte privado urbano. O Uber também aparece em segundo lugar na lista de aplicativos mais usados para comprar produtos e contratar serviços, de acordo com levantamento da Topper Minds. Na primeira posição está o Mercado Livre. Ali Express, Americanas e iFood completam a relação dos cinco apps favoritos para compras.

O que veio para ficar
A inteligência artificial vai estar cada vez mais presente no desenvolvimento dos aplicativos. “Até mesmo o usuário comum fica muito mais satisfeito quando a interação com o app é feita de maneira intuitiva e personalizada”, comenta Vinícius Gallafrio, CEO da desenvolvedora brasileira MadeinWeb e Mobile (https://www.madeinweb.com.br/). De acordo com Gallafrio, o uso dos bots, softwares desenvolvidos para simular ações humanas, tende a se consolidar de maneira mais expressiva em 2018.

Embora mais comumente relacionada à indústria dos games, a realidade aumentada também desperta a atenção das empresas de tecnologia. Depois do sucesso estrondoso de Pokémon GO, que bateu recordes de downloads em poucas horas após seu lançamento, os desenvolvedores de aplicativos apostam na realidade aumentada como estratégia de negócio. Imobiliárias e construtoras, por exemplo, já utilizam essa tecnologia para simular o resultado final de imóveis ainda em construção.

O ano de 2018 também é de eleições no Brasil, época em que muitos problemas das cidades ganham mais espaço nos noticiários e nas conversas entre os moradores. Oportunidade perfeita para o empreendedorismo social no mercado mobile. Já existem diversos aplicativos, por exemplo, que disponibilizam de maneira mais organizada os horários e itinerários da frota de transporte coletivo nas grandes cidades. Outros também são utilizados justamente para elencar e levar ao conhecimento da opinião pública e das autoridades os principais problemas enfrentados pela população.

Outra tendência para o setor está relacionada à mão de obra especializada no desenvolvimento de aplicativos . Cursos e graduações na área estão sendo mais procurados por jovens interessados em tecnologia, o que deve significar uma queda nos custos para desenvolver um app. Momento favorável para as micro e pequenas empresas que, de acordo com os especialistas, devem investir cada vez mais em tecnologia para se adequarem às mudanças de comportamento e hábitos de consumo dos seus respectivos públicos-alvo. “Desenvolver aplicativos é um ofício delicado, que demanda muita atenção a tudo que está acontecendo no mundo. O tempo e o espaço das pessoas são cada vez mais concorridos e um bom app precisa estar alinhado a essa realidade, porque um mero detalhe ou falha de planejamento pode ser o fator decisivo que leva um usuário a desinstalá-lo”, conclui Gallafrio.

Saiba mais
A MadeinWeb e Mobile é pioneira na criação de soluções e aplicativos para o mercado web e mobile. Entre os vários prêmios já recebidos, os mais recentes são o Medalha de Ouro a Qualidade – Soluções em Software 2017, Prêmio Latin American Quality Institute 2016 e o Prêmio eAwards 2015 como Melhor Agência de Criação de Apps. A MadeinWeb alcançou esses resultados porque prioriza a união da criação, planejamento e tecnologia, sempre pensando na experiência do usuário, para criar novos tipos de relacionamento entre as marcas e as pessoas. Para conhecer mais sobre a empresa, acesse.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados