Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

Scroll to top

Top

Uma nova era para o “cara do computador”

Uma nova era para o “cara do computador”
14:00 pm ,5 de julho de 2016

*Raphael Jacinto

“Mesmo em meio à crise econômica, o mercado continuou com o aumento da demanda por profissionais de TI, na contramão de diversas outras profissões. O que vimos foi uma maior competividade e uma exigência de qualificação ainda maior. Ou seja, as empresas não deixaram de contratar, mas ficaram mais seletivas na contratação.”

A área de Tecnologia da Informação, principalmente no Brasil, vem sendo cada vez mais valorizada. Hoje, já não é mais considerada secundária, em especial em empresas de grande porte, que já puderam comprovar a importância da TI para o sucesso do seu negócio. A área de informática é vista como solução para muitas empresas na medida em que implantar processos e sistemas gera a otimização de tempo e de custo. Se olharmos um pouco para trás, há cinco anos, a TI ainda era encarada como custo e hoje é vista como resultado. As empresas que perceberam isso estão deslanchando em seus negócios.

Sabendo que é inegável o ganho de produção que a área de informática traz para uma empresa, o profissional de TI deixou de ser visto como “a pessoa que veio arrumar o computador” para ser o viabilizador de resultados, uma espécie de ponte entre as ideias e a execução.

Para quem está iniciando na área a oferta também é grande. O profissional inicia as atividades no ramo de TI e rapidamente consegue evoluir. Muitas vezes o mercado não exige formação acadêmica na área de TI para execução das atividades, existem inúmeros profissionais que se formaram em humanas, por exemplo, e se desenvolveram na área de TI tornando excelentes profissionais.

É preciso considerar, ainda, que a área de TI está dando seus primeiros passos – se considerarmos as possibilidades de expansão. As pequenas e médias empresas ainda estão descobrindo e começando a investir em TI. Isso nos traz uma oportunidade de empregabilidade ainda maior para o profissional da área para a próxima década. Se analisarmos a demanda atual – e a que está por vir – ainda temos pouca oferta de profissionais capacitados no país.

Existe uma carência na área e os bons profissionais são disputados pelas empresas. Mesmo em meio à crise econômica, o mercado continuou com o aumento da demanda por profissionais de TI, na contramão de diversas outras profissões. O que vimos foi uma maior competividade e uma exigência de qualificação ainda maior. Ou seja, as empresas não deixaram de contratar, mas ficaram mais seletivas na contratação.

Outra característica do mercado de TI é o aumento da representatividade das mulheres na área. Ainda que a área seja predominantemente masculina, isso já está mudando. Hoje existem muitas mulheres capacitadas que competem em condição de igualdade com os profissionais do sexo masculino. E a tendência é que a ocupação das vagas seja feita cada vez mais por mulheres.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanhaTodos os direitos reservados