Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Vendas diretas crescem no mundo e Brasil segue líder na América Latina

Vendas diretas crescem no mundo e Brasil segue líder na América Latina
16:01 pm ,6 de junho de 2019

Dados divulgados pela World Federation of Direct Selling Associations (WFDSA), federação que reúne as associações de vendas diretas, mostram a força do setor pelo mundo. O movimento de negócios passou de US$ 190,6 bilhões, em 2017, para US$ 192,9 bilhões no ano passado, o que representa uma alta anual de 1,2%.

Mais pessoas se dedicam à atividade: se em 2017, 116,6 milhões de pessoas atuavam com vendas diretas pelo mundo, no ano seguinte o número pulou para 118,4 milhões.

Com benefícios como flexibilidade de horários e autonomia para a força de vendas, o setor atinge pessoas de todas as idades. Pesquisa da WFDSA mostra que dos 118,4 milhões de empreendedores pelo mundo, 26% tinham entre 35 e 44 anos e 24% entre 45 e 54 anos.

Além do crescimento do setor em vendas e do número de pessoas que atuam com a atividade, os dados da WFDSA trouxeram uma outra novidade: a China ultrapassou os Estados Unidos e agora é a líder do ranking mundial no mercado de venda direta. Coreia do Sul, Alemanha, Japão e Brasil completam a lista dos seis maiores mercados de vendas diretas no mundo.

Lista de produtos – Seguindo uma tendência mundial, a categoria bem-estar voltou a liderar entre os produtos mais vendidos com 33,2%. Cosméticos e cuidados pessoais vieram logo em seguida com 31,2%. O terceiro posto desta lista ficou com equipamentos domésticos e cuidados para casa que tiveram 12,8% das vendas.

“Os dados da WFDSA mostram que o setor de vendas diretas tem um enorme potencial para seguir crescendo no Brasil e no mundo. Com a força de vendas cada vez maior e mais engajada e o apoio das mídias sociais e da tecnologia, o setor deve apresentar crescimento ainda maior em 2019,” avalia Adriana Colloca, presidente executiva da Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD).

O trabalho da ABEVD junto a seus associados e à sociedade para promover a ética e a imagem positiva das vendas diretas foi reconhecido pela WFDSA. A federação mundial concedeu o Status Gold de boas práticas e padrões organizacionais de desempenho à associação brasileira, na mais recente reunião da entidade realizada em Milão, na Itália.

Sobre a ABEVD
Criada em 1980, a Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas reúne mais de 40 associadas. Contribui para o desenvolvimento do mercado brasileiro de vendas diretas, defendendo seus interesses, promovendo a transparência entre empresas e estimulando as melhores condições para a entrada de novos empreendedores em busca de boas oportunidades de negócios e crescimento. Tem a seriedade, a ética, a reputação e a representatividade como atributos primordiais em seu trabalho junto à sociedade. É afiliada à World Federation of Direct Selling Associations, entidade que tem as maiores empresas mundiais das vendas diretas como participantes.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados