Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

Scroll to top

Top

Viradas do Largo (ou “Restaurante da Beth”)

Viradas do Largo (ou “Restaurante da Beth”)
17:00 pm ,14 de junho de 2016

por Aline Viana

Durante minha estadia em Tiradentes com o Rafa, o último restaurante que visitamos foi o Viradas do Largo (mais conhecido como Restaurante da Beth). Fomos almoçar lá logo antes de irmos embora da cidade. A especialidade da casa é comida mineira (para quem gosta, é imperdível). Eles não fazem reserva, então eu recomendo chegar cedo.

Nós chegamos pouco depois do meio-dia (horário de abertura do restaurante). Ficamos numa mesa na varanda dos fundos (ambiente super fresquinho!), bem pertinho da horta onde são colhidas as verduras usadas nos pratos. Não pedimos entrada (a gente não estava com tanta fome, e eu falei que queria comer sobremesa – fiquei com água na boca ao ler sobre o Sheike Spir nos blogs. Por isso, decidimos começar pelo prato principal mesmo).

Foi o Rafa quem escolheu nosso prato: frango com ora-pro-nobis (um dos mais famosos da casa). Ele vinha com angu, arroz, e duas espécies de pimenta (uma vermelha e uma verde, que é bem suave). O prato estava bem gostoso; não há absolutamente nada a reclamar. Mas o que mais estava despertando meu interesse mesmo era a sobremesa. Porém, quando fomos pedir o Sheike Spir (sorvete de queijo, produzido no próprio restaurante, com goiabada quente), a garçonete nos avisou que eles tinham acabado de descobrir que o sorvete de queijo tinha acabado, então eles iam começar a preparar naquela hora. Como ia demorar uns 20 minutos pra ficar pronto, e nós não queríamos sair tarde de Tiradentes (por causa de eventuais engarrafamentos – típicos de feriados prolongados), decidimos que iríamos pedir outra coisa de sobremesa, e acabamos pedindo outro sorvete.

Eu confesso que fiquei bem frustrada, ainda mais porque, quando nos recebeu, a própria Beth elogiou o Sheike Spir. É o que eu sempre falo: planejar uma viagem com muitos detalhes tem vantagens e desvantagens: as vantagens são muitas, porque você vai direto às coisas que são mais elogiadas e apreciadas pelas pessoas, organiza bem os horários, não perde as melhores atrações. Mas, quando você não consegue fazer (ou comer) alguma coisa que você planejou, você acaba ficando frustrado. Mas, enfim, essa foi uma frustração bem pequenininha, que não atrapalhou em nada a nossa viagem!

Aline Viana é advogada e blogueira; divide seu tempo entre atividades jurídicas, viagens, artesanato, culinária… E compartilha suas experiências no seu blog pessoal (Beleza Tem a Ver) e no instagram (@belezatemaver).

49) Tiradentes - Viradas do Largo - 14-06 (02)

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanhaTodos os direitos reservados