Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

3 maneiras de um gerenciador de senhas ajudar idosos a ficarem seguros na internet

3 maneiras de um gerenciador de senhas ajudar idosos a ficarem seguros na internet
11:18 am ,3 de dezembro de 2019

Ajudar os pais ou pessoas idosas com a tecnologia nem sempre é uma tarefa fácil. Dependendo da habilidade deles com tecnologia, a experiência de ajudá-los pode ser levemente irritante ou um pouco apocalíptica. Porém, vale ter em mente que alguns minutos dedicados ao compartilhamento de conhecimento pode fazer uma grande diferença, ajudando os idosos a ficarem mais seguros nas operações online e evitando ameaças cibernéticas comuns. E isso é ainda mais importante quando se trata de ajudá-los a melhorar a segurança de suas senhas com o uso de um gerenciador de senhas.

É claro que existem muitos idosos com experiência em tecnologia, mas para aqueles que não são familiarizados com o mundo digital, essas dicas podem ajudar.

1 – Os idosos são o principal alvo de roubos e fraudes cibernéticos
Infelizmente, a população com mais de 60 anos é um alvo atraente para os criminosos cibernéticos. Muitos idosos não cresceram com a tecnologia e geralmente têm menos conhecimento ou vivência tecnológica do que as gerações mais jovens. Os criminosos cibernéticos e os golpistas exploram essa falta de conhecimento cibernético para extrair informações úteis ou até roubar dinheiro.

Como um gerenciador de senhas irá ajudar: certifique-se de que idosos evitem clicar em links suspeitos em e-mails ou mensagens de texto, em anúncios on-line, nas mídias sociais e em sites. Recomende que não cliquem em um link de login, mas que digitem a URL no próprio navegador. O gerenciador de senhas facilitará isso, mantendo os links para todas as suas contas on-line em um cofre seguro, onde os idosos podem simplesmente iniciar um site quando quiserem fazer login.

2 – Os planos de fim de vida útil devem incluir contas online
Falar sobre os preparativos para a morte pode ser angustiante, mas lidar com os detalhes agora pode economizar muito tempo e estresse para os entes queridos, especialmente em meio ao processo de luto. Com tantas senhas para rastrear, geralmente para contas importantes como finanças e assistência médica, pode ser difícil – se não impossível – para os entes queridos obterem acesso a contas se as senhas não foram guardadas e registradas corretamente.

Como um gerenciador de senhas irá ajudar: com todas as senhas armazenadas em um cofre, os idosos irão garantir que seus filhos e outros entes queridos tenham os detalhes necessários para fechar contas e realizar seus desejos finais. Um gerenciador de senhas como o LastPass tem até o recurso “Acesso de emergência”, que facilita a um ente querido solicitar acesso a um cofre (sem precisar saber a senha mestre) quando chegar a hora.

3 – Economize tempo e reduza o estresse no que diz respeito à tecnologia
Pode ser difícil para alguém acompanhar as mudanças tecnológicas. Sem contar que smartphones, laptops e tablets podem ser intimidadores para as pessoas que não os usam todos os dias. Por isso, tudo o que puder ser feito para tornar a navegação na Web uma experiência mais fácil ajudará os idosos a se sentirem mais confortáveis com a tecnologia.

Como um gerenciador de senhas irá ajudar: os idosos já têm o suficiente para lembrar e se preocupar, não precisam do estresse adicional de memorizar as senhas. Um gerenciador de senhas os ajuda a reunir todas as senhas em um único local seguro, que pode acessado independentemente de onde estejam ou de qual dispositivo estejam usando. Ao salvar e preencher as senhas, criar novas senhas mais seguras e facilitar o acesso a sites para efetuar login, um gerenciador de senhas pode ajudar tornar as interações diárias dos idosos com a tecnologia muito mais fáceis e intuitivas.

E com o LastPass Families o compartilhamento de senhas com os membros da família fica ainda mais fácil.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados