Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

60% dos e-commerces não apresentam informações adequadas sobre os produtos

60% dos e-commerces não apresentam informações adequadas sobre os produtos
15:00 pm ,31 de dezembro de 2018

Pesquisa realizada pela Lett, empresa referência no Brasil em trade marketing digital, com as 57 maiores empresas do segmento, que respondem por 56% das vendas de e-commerce no país, revelou que 60% das páginas não apresentam informações ou descrições completas dos produtos.

O panorama desenhado pelo indicador da Lett, o E-commerce Quality Index (EQI), apontou que em uma escala de zero a 10, o e-commerce no Brasil ficou abaixo da média, totalizando 5,3 pontos, índice considerado ruim. O cálculo foi baseado em critérios como navegação do usuário (via buscadores ou menu de categorias), título e descrição do produto, número de imagens e avaliação média dos consumidores.

Outro sinal de baixa qualidade no comércio eletrônico é que apenas 7% das páginas trouxeram pelo menos um comentário realizado por consumidor. Além disso, entre todos os produtos que foram avaliados por pelo menos um consumidor, apenas 7% possuem uma nota igual ou superior a 4 estrelas, em uma escala de 1 a 5. A média nacional de avaliação dos consumidores no e-commerce brasileiro é de apenas 2,95 estrelas.

“Temos poucos consumidores avaliando as compras e os poucos que avaliam, não estão tendo uma experiência de compra satisfatória. O principal desafio do e-commerce brasileiro é conseguir oferecer experiências de compra que sejam iguais ou superiores ao que acontece nas lojas físicas”, afirma Rodrigo Carvalho, cofundador da Lett.

Das 12 categorias monitoradas, Telefonia, Celulares e Eletrônicos foi a que obteve melhor pontuação no índice, porém o número ainda é considerado abaixo do ideal, comprovando que por mais que a categoria esteja em crescimento, as expectativas consumidor não estão sendo atendidas.

“Faltam processos, ferramentas e iniciativas para dar mais voz aos consumidores. Por mais que as compras na internet estejam em grande crescimento no Brasil, a verdade é que os consumidores não estão satisfeitos com as experiências oferecidas online”, enfatiza Carvalho.

Para o estudo, a Lett avaliou 2.053.610 páginas de produtos anunciados em 57 e-commerces no Brasil. O índice levou em consideração critérios que vão desde o acompanhamento dos produtos em suas respectivas categorias até a quantidade de informações presentes na descrição do produto.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados