Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Como ter fôlego para enfrentar os desafios da maternidade?

Como ter fôlego para enfrentar os desafios da maternidade?
16:00 pm ,31 de maio de 2018

Pesquisas na área das neurociências trouxeram contribuições importantes para as mães atribuladas sempre pensando em ser melhores para seus filhos:

A força de vontade é limitada. Uma das descobertas recentes é que o estoque de força de vontade é limitado. Assim como a bateria de um celular, o cérebro começa o dia com mais energia e vai perdendo na medida em que o dia vai passando. Um dos segredos para ter mais fôlego, é reconhecer essa limitação de recursos para gerenciá-los com sabedoria.

Essa é uma das maiores dificuldades das mães: reconhecer que o seu estoque de energias é limitado. Claro, elas gostariam de ter energia infinita para fazer o máximo possível pelos seus filhos, mas paradoxalmente, aceitar os limites da força de vontade ajuda a manter e até aumentar o fôlego.

Como sabemos disso?

Porque outras pesquisas mostraram que emoções positivas – autocompaixão, autoaceitação, gratidão e esperança – ativam as regiões do cérebro envolvidas no autocontrole e por isso aumentam o estoque de força de vontade.

Emoções negativas – culpa, vergonha, medo e arrependimento – ativam as regiões do cérebro responsáveis pelas reações de luta ou fuga, inibindo a parte responsável pela força de vontade. Quanto mais culpa a mãe sentir por não fazer mais ou ser melhor, menos fôlego terá para superar os limites, caso isso ainda seja possível.

Pense nisso: a culpa apenas consome energias da sua força de vontade, ativando reações de estresse e inibindo o autocontrole. Aprenda a conviver com seus limites.

Sobre estresse

O estresse é uma condição natural e necessária para a vida humana em níveis adequados. O problema é que aprendemos socialmente a interpretar o estresse como algo negativo – não necessariamente deve ser assim – existe também o estresse positivo que seria o responsável por nos “fazer mexer” frente às situações da vida, aquela primeira reação que nos deixa “prontos” para agir. No entanto, o acumulo do estresse por longo período ou numa intensidade elevada faz com que esse estresse inicial vire crônico e acarrete as consequências negativas já conhecidas sobre a nossa saúde. Neste aspecto o acumulo de papeis de mãe acrescidos às demais responsabilidades assumidas pelas mulheres nos dias de hoje, faz com que esse estresse crônico seja muito frequente. Sendo assim, é de extrema importância um manejo adequado sobre o nível de estresse a que as mães estão sujeitas.

Estratégias

Respiração diafragmática. Atenção consciente para o momento presente. Meditação e demais técnicas que promovam uma “quebra na correria do dia-a-dia” e uma desconexão momentânea de preocupações.

Organizar o máximo de detalhes – roupa, lanche, material – na noite anterior. São tarefas possíveis de fazer à noite, mesmo já cansada e assim economizar energias do estoque da manhã seguinte.

Ter um momento na semana para recuperar as energias, além dos momentos diários, de fazer a respiração. Fazer uma massagem, ir ao salão, caminhar no parque. Preferencialmente ter momentos que possa “desligar-se”. Esses momentos são importantes para manter e aumentar a força de vontade. Ir ao shopping não é uma boa estratégia, mesmo que você goste. Decisões, mesmo que simples, gastam energias do seu estoque de força de vontade, por isso o momento de desligamento precisa ser, preferencialmente, aquele em que não houver qualquer decisão a ser tomada. Simplesmente relaxar.

Ter um momento exclusivo para estar com os filhos – pode ser 10 minutos respirando juntos, contando uma história simples, não precisa nada elaborado. Viva cada minuto e valorize cada momento. Você vai ser seu estoque de energias aumentar muito.

Sobre os autores

Simone Grohs é psicóloga – formada pela UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) – instrutora e palestrante. Ela está à frente da Máxima Performance consultoria, empresa especializada em metodologias e sistemas de desenvolvimento e aprimoramento das potencialidades mentais visando alto desempenho. Realiza cursos e ministra palestras por todo o Brasil, em especial com o tema “Gerenciamento da Força de Vontade e Decisões Inteligentes”; um dos seus principais projetos e que já impactou milhares de pessoas em todos os cantos do país.

Héctor Nievas é psicólogo – formado pela PUCRS (Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul) – terapeuta cognitivo comportamental. Gestor da grade programática da Máxima Performance, em parceria com Simone Grohs, e pesquisador sobre temas relacionados ao funcionamento do cérebro e técnicas de aprendizado para o alto rendimento das competências e habilidades cognitivas. Amplo conhecedor das metodologias de Biofeedback e Neurofeedback aplicadas nos cursos que ministra e discursadas em suas palestras.

Para conhecer a empresa Máxima Performance www.maximaperformance.com.br

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados