Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Copa do Mundo representa oportunidade para pequenas e microempresas

Copa do Mundo representa oportunidade para pequenas e microempresas
16:00 pm ,21 de junho de 2018

Datas comerciais e eventos como a Copa do Mundo impactam diretamente muitos empreendimentos de pequeno porte no Brasil. Em pesquisa encomendada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), 33% dos micro e pequenos empresários acreditam que terão aumento nas vendas durante o evento. No setor de brindes, por exemplo, chega a 80% o número de empresários que estão prevendo crescimento até julho. Outros setores otimistas são o comércio informal (72%), o comércio eletrônico (57%), supermercados (66%), bares e restaurantes (68%), e transporte (51%).

Ainda que 19% dos empresários, de setores diversos, entrevistados pelo SPC Brasil e pelo CNDL estejam apostando que as vendas irão cair durante o período de Copa, cerca de 20% dos que estão confiantes enxergam possibilidade de crescimento de 27% com relação às vendas de maio desse ano.

Já em levantamento do Clube Sou Empreendedor, realizado entre janeiro e fevereiro de 2018, cerca de 39% dos empresários brasileiros, de portes variados, pensam que a Copa terá grande impacto em seus resultados, enquanto outros 22% acreditam que a interferência será baixa. Apenas 16% não souberam afirmar e, ainda, 22% disseram acreditar que o evento esportivo não vai interferir no seu saldo.

Ainda que alguns setores estejam muito confiantes com o total das vendas ao final do campeonato, é importante manter o foco no planejamento financeiro, segundo Juliana Barbiero, Head de Marketing da Intuit no Brasil. “A Copa apresenta muitas oportunidades, especialmente para as micro e pequenas empresas. Vendas de produtos, procura de lugares para torcer e, até mesmo o transporte até esses locais, podem acarretar em aumento de ganhos. Para eles, o uso do sistema QuickBooks pode ser um grande auxiliador. Nela, os empresários podem fazer um controle financeiro, além de acompanhar o histórico das movimentações, fazendo com que ele possa se preparar para alavancar ainda mais seu negócio”, completa.

Segundo pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgada em outubro do ano passado, mais da metade dos brasileiros ocupados em 2016 foram empregados por micros e pequenas empresas. Com o número de empreendedores crescendo, é natural que as preocupações com as flutuações do mercado sejam uma constante, e as datas comerciais são grandes oportunidades para ajudar nos lucros mensais.

Porém, como os eventos e datas comemorativas são esporádicos, Juliana Barbiero dá algumas dicas para manter os negócios em movimento durante todos os meses.

Acompanhe regularmente as operações financeiras
Um planejamento financeiro, além de proporcionar a manutenção da saúde do negócio, auxilia na visualização mais clara dos resultados positivos e negativos, e das oportunidades de investimento. Dessa forma, fica mais fácil caminhar para um cenário de lucratividade.

Crie suas próprias datas sazonais
Seguir o calendário do varejo é sempre uma boa chance de conseguir aumentar seus lucros, mas as estratégias não devem parar por aí. Ao criar datas sazonais para o seu próprio negócio, o empreendedor consegue ver oportunidades de aumento de receita e demanda para sua oferta em períodos do ano de baixa movimentação.

Planeje antes de executar

Já ouviu o ditado “a pressa é inimiga da perfeição”? Ele é real e deve ser aplicado no seu negócio. Tenha sempre em mente o seu público-alvo, o valor necessário a ser investido, a expectativa de lucro, o tempo de produção e qualquer outro fator que possa impactar, positiva ou negativamente, a empresa.

Sobre a Intuit

A Intuit desenvolve soluções de gestão financeira que simplificam e impulsionam os negócios de pequenas e médias empresas, e profissionais autônomos. O portfólio de produtos da empresa inclui as soluções e QuickBooks, que são baseadas na nuvem e têm mais de 4 milhões de usuários no mundo.

Fundada em 1983, nos Estados Unidos, a companhia emprega cerca de 8 mil funcionários e registrou uma receita global de 5,2 bilhões de dólares no ano fiscal de 2017.

Considerada pela Forbes como uma das 100 empresas mais inovadoras do mundo, a Intuit está presente no Brasil desde 2015 e tem escritórios nos cinco continentes, em países como Austrália, Canadá, Estados Unidos, Índia, Israel e Reino Unido.

Outras informações sobre a empresa estão no site www.quickbooks.intuit.com/br.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados