Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Educação ambiental para agricultura sustentável

Educação ambiental para agricultura sustentável
14:00 pm ,25 de junho de 2018

Este tema é muito extenso, vamos falar a Educação Ambiental aplicada a prática de Agrofloresta para uma agricultura sustentável.

Para saber mais sobre a definição de Educação Ambiental? No site do Ministério do Meio Ambiente tem várias definições.

http://www.mma.gov.br/educacao-ambiental/politica-de-educacao-ambiental
Conforme a Política Nacional de Educação Ambiental – Lei nº 9795/1999, Art 1º, entende-se por Educação Ambiental.

“Entendem-se por educação ambiental os processos por meio dos quais o indivíduo e a coletividade constroem valores sociais, conhecimentos, habilidades, atitudes e competências voltadas para a conservação do meio ambiente, bem de uso comum do povo, essencial à sadia qualidade de vida e sua sustentabilidade.”

Acreditamos na Educação ambiental um agente de mudança para uma agricultura sustentável, sem agredir o meio ambiente, não usar agrotóxicos, fixar o homem no campo e gerar uma alimentação de qualidade para a população.

Um dos precursores foi a Agricultura Sintrópica. O sistema que consegue reunir, em uma única área, a produção de frutas, hortaliças e madeira. Além de gerar renda ao agricultor deste o início do plantio até muito anos depois, tudo isso sem agredir o meio ambiente.

Através deste tipo de agricultura, é possível recuperar áreas que estejam degradadas e ainda proteger o meio ambiente. A famosa fazenda de Ernst Gotsch, o grande criador deste sistema, natural da Suíça, estudou e trabalhou com este tipo de melhoramento de sistema, que vem dando o que falar dentro dos cursos de permacultura em todo o país.

O suíço chegou em terras brasileiras, em meados da década de 80, mais precisamente em Piraí do Norte, na Bahia. E conseguiu adquirir uma terra, com um valor bem baixo e com um nome um tanto quanto tenebroso: Fazenda Fugidos da Terra Seca.

Era uma área desmatada, que tinha como foco a criação de suínos e o cultivo da mandioca, porém foi abandonada. O agricultor explica que no início o maior desafio que encontrou foi a falta de água.

Mas nada que assustasse o grande pesquisador, que há um bom tempo, conseguiu recuperar o nome original da propriedade, através de uma verificação em antigos documentos: Fazenda Olhos D´Água. Com seu trabalho, ele conseguiu recompor a vegetação, ter todo o solo recuperado, graças a agroflorestal – agricultura associada a floresta.

Hoje é conhecido pelos vizinhos na Bahia pelo o gringo que faz chover.

O que é a agricultura sintrópica?

Podemos começar com a definição de sintropia, que exatamente o contrário de entropia, termo que é associado a degradação de sistemas, desorganização e perdas de energia.

A proposta da agricultura sintrópica, é conseguir restaurar, reordenar todo o ambiente natural e a floresta. A cada ano essas ideias vêm atraindo cada vez mais pessoais, interessadas em cursos nos quais são oferecidos por Ernst e pelo agricultor Henrique Souza, especialistas em agricultura sintrópica.

Educação Ambiental, cursos de Sistemas Agroflorestais (SAFs)

Como falamos acima, a cada ano a procura por cursos sobre permacultura e agroflorestal, aumenta significativamente. O que ocorre atualmente é uma verdadeira explosão de cursos voltados a este tipo de agricultura, que vem exercendo um lindo trabalho de educação ambiental, com foco no desenvolvimento de uma agricultura muito mais sustentável.

Separamos alguns dos melhores e mais requisitados cursos de agricultura sintrópica, também conhecidos como SAFs (Sistemas Agroflorestais) que merecem destaque:

– Sítio Semente – Brasília – DF
É um dos precursores, onde aprenderam as técnicas diretamente com o idealizador deste sistema. Hoje apresenta cursos básicos, avançados e especializados em alguma agricultura como plantas medicinais e aromática. Além de possuir uma grade regular dos cursos.

– Bio Floresta – Permacultura – Ecocentro Ipec
Atualmente o Ecocentro Ipec, é considerado o maior centro de referência de bioconstrução e permacultura de toda a América Latina. Localizado em Pirenópolis – GO.

– Intensivo em Agrofloresta – Fazenda da Toca
A Fazenda da Toca, localizada em Itirapina, apenas 200 km da capital de São Paulo, e desde 2009 investe em pesquisas e no desenvolvimento de agroflorestas em larga escala.

– Curso Agrofloresta – Sítio Arvor(e)
Localizado em Porto Alegre, o curso de agroflorestal é ministrado pelo renomado Namastê Messerschmidt e Mauro Rosito. Onde Namastê, tem sua trajetória marcada por seu aprendizado contínuo com o grande mestre da agricultura sintrópica, Ernst Gotsch.

– UTFPR – Curso de Agrofloresta
A universidade tecnológica do Paraná oferece um curso ministrado por nada menos do que o grande pioneiro da implantação de Agroflorestas, Ernst Gotsch.

– Curso de Aglofloresta Sintrópica – Sítio Pau D´Água
Localizado em Piracaia, São Paulo, ministrado pelo permacultor Bento Cruz, com foco em inteligência agroflorestal, produção de sementes crioulas, hortaliças e manejo.

Os motivos dos participantes em fazer o curso de Sistemas Agroflorestais são os mais variados. Mas na grande maioria querem aplicar as técnicas na horta, na chácara ou sítio. Enfim, sempre tem um espaço de terra para cultivar, basta querer.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados