Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Franchising brasileiro fatura R$ 40 bilhões no 2º trimestre de 2018

Franchising brasileiro fatura R$ 40 bilhões no 2º trimestre de 2018
17:00 pm ,7 de setembro de 2018

Um levantamento divulgado no início de agosto pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) apontou que o setor de franquias brasileiro teve um salto nominal de 8,4% no 2º trimestre de 2018, em relação ao mesmo período no ano passado. De acordo com o balanço, o faturamento passou de R$ 37,565 bilhões para R$ 40,743 bilhões.

O segmento da beleza continua em plena expansão e sendo um dos mais promissores para quem quer investir. Um dado divulgado em outro levantamento feito pela ABF apontou um crescimento de 35,3% do setor da beleza nos últimos três anos. Além disso, o segmento de Saúde, Beleza e Bem-Estar liderou o faturamento no ano passado, com um salto de 12,1%, em relação ao ano anterior.

Esse progresso está atrelado ao dinamismo do franchising brasileiro nos últimos anos, conforme apontou uma pesquisa da ABF em parceria com a Confederação Nacional de Serviços (CNS) e com a Fundação Dom Cabral (FDC). A Pesquisa de Inovação de Franquias Brasileiras deu destaque para a inovação e para os novos modelos de negócios como um dos principais agentes para o crescimento.

É possível notar esse movimento por meio das tendências de modelos de negócios e serviços na área da beleza, que a cada dia estão mais enxutos e diversificados. Podemos citar como exemplo os novos segmentos de barbearias, esmaltarias, serviços voltados para depilação e até mesmo cursos profissionalizantes.

Nesse mesmo caminho, a franquia Infobeleza, rede de escolas de cursos profissionalizantes na área da beleza, também optou pela inovação e padronização. É que, além de apostar na interiorização, uma forte tendência no franchising brasileiro, a marca resolveu ampliar sua oferta de serviços, criando também uma plataforma online de cursos de especialização.

Não somente isso, a marca criou um modelo único de gestão compartilhada, visando dar mais suporte aos franqueados em três aspectos essenciais para uma escola de beleza, que são administração, qualidade de ensino e vendas. “Quem investe em uma franquia, espera da franchising não somente a licença de uso da marca, mas também uma direção e o auxílio de como tocar o seu negócio”, diz Sônia Leonardi, diretora da Infobeleza.

A empresária, que começou como franqueada da marca, conta que esse foi o seu primeiro grande investimento como empreendedora. Com base na experiência que teve do outro lado, quer proporcionar mais parceria aos investidores que quiserem empreender numa franquia Infobeleza. “Principalmente para os empreendedores de primeira viagem, esse é um suporte fundamental. Senti isso na pele! Também tenho visto por aí que muitas franquias, de diferentes marcas, não têm vingado por falta de estrutura e apoio ao franqueado. Queremos ter esse diferencial”, revela Sônia.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados