Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Marketing de conteúdo para alavancar os pequenos negócios

Marketing de conteúdo para alavancar os pequenos negócios
14:00 pm ,23 de abril de 2018

Estima-se que existam mais 10 milhões de site ativos no Brasil. Diante de tanta concorrência, o marketing digital deixou de ser tendência para se tornar um investimento indispensável no mundo empresarial. Dentro desse universo virtual, o chamado Inbound Marketing já é umas das principais estratégias para atrair o interesse das pessoas. Mas como um pequeno negócio pode utilizar dessa estratégia para chamar a atenção do seu cliente? A resposta pode estar no marketing de conteúdo.

De acordo com a Content Trends, maior pesquisa sobre o assunto no país, 71% das empresas brasileiras já adotam o marketing de conteúdo. Aquelas que utilizam dessa estratégia chegam a receber até duas vezes mais visitas e geram três vezes mais oportunidades de negócios que as demais empresas que não adotam o marketing de conteúdo.

“O primeiro passado é saber que o marketing de conteúdo não é produzir informações sobre o que sua empresa faz, mas sobre o que seus clientes precisam. Mais do que isso, é disponibilizar um conteúdo de relevância e qualidade para educar e aproximar seus clientes, e potenciais compradores de forma natural e espontânea com o objetivo de gerar mais negócios”, explica a analista do Sebrae Minas, Luciana Lessa.

O marketing de conteúdo pode ser utilizado em canais como: blogs (artigos, vídeos e e-books), sites, redes sociais e e-mail marketing. Para ser utilizado da forma correta é preciso definir e conhecer o público do seu negócio para produzir exatamente o conteúdo do seu interesse. “Vale lembrar que não é só escrever um texto em um blog ou um post no Facebook, é preciso conhecer o público alvo para pensar o que escrever, definir qual o melhor momento para publicar, em qual canal e o melhor formato (texto ou vídeo), além do resultado que se pretende alcançar”, alerta a analista do Sebrae Minas.

Além de ser uma estratégia barata, o marketing de conteúdo é também uma forma de ser referência para seus clientes em determinados assuntos ligadas a atuação do seu negócio, ganhar a confiança do mercado, ter influência na decisão de compra, divulgar e gerar valor para a marca, melhorar a experiência do pós-vendas, adquirir novos clientes e aumentar a visibilidade da empresa na internet. “Produzir conteúdo relevante é uma melhor forma de colocar seu site na primeira página do Google, onde ele sempre será encontrado pelo seu público”, justifica Luciana.

Tão importante como produzir e disponibilizar o conteúdo, o monitoramento também deve ser pensando. Entender o efeito que o conteúdo está causando no relacionamento com o seu cliente é fundamental, pois descobrir rápido os problemas significa poder solucioná-los a tempo. “O monitoramento vai depender do canal utilizado e deve ser realizado diariamente para verificar como o seu conteúdo está sendo visto. Outra forma de fazer isso é analisar se houve o aumento das vendas ou a ampliação da sua carteira de clientes”, afirma a analista do Sebrae Minas.

Reload
Para os empreendedores que querem saber mais como usar o marketing de conteúdo, o Sebrae Minas promove a segunda edição do Reload – Seminário de Marketing Digital. Realizado entre os dias 17 e 19 de maio, em Belo Horizonte, o evento reúne profissionais renomados no mercado digital, entre eles: Jonh Hall, autor do best-seller “Top of Mind”, cofundador da Influence & Co, maior produtora de conteúdo especializado dos Estados Unidos e Vitor Peçanha, co-fundador da Rock Content, maior empresa de marketing de conteúdo da América Latina. As inscrições para o Reload podem ser feitas pelo site www.sebrae.com.br/minasgerais ou pelo 0800 570 0800.

Dez dicas para fazer um planejamento estratégico do conteúdo

1. Defina o objetivo.

2. Conheça e selecione o público alvo.

3. Defina o tipo de linguagem será utilizada.

4. Identifique os canais e ferramentas que serão usados.

5. Faça a integração entre os canais e/ou ferramentas empregadas.

6. Mantenha os canais abertos para receber feedback dos consumidores e sempre respondê-los.

7. Entenda o que o concorrente está fazendo e esteja um passo à frente.

8. Defina tarefas e metas.

9. Atualize o cronograma para que todos os processos sejam cumpridos no prazo.

10. Monitore sempre.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados