Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

“Nós Sempre Teremos Paris” – parte 2

“Nós Sempre Teremos Paris” – parte 2
17:00 pm ,17 de abril de 2018

por Cinthia Felizali

Vamos continuar com Paris, certo?… Hoje vou escrever um pouco sobre minha breve viagem e o que eu mais gostei, trazendo dicas e “pareceres da Cinthia”.

Primeiro detalhe relevante: alimentação. Quem sempre lê meus textos já deve ter notado que eu nunca indico restaurantes famosos ou muito caros, por um simples motivo. Eu nunca vou… Com certeza deve ser ótimo, mas ainda não cheguei “nesse patamar”… rs. Porém sempre comi muito bem e não passo vontade.

Quando for a Paris, não deixe de comer os Macarons, que são docinhos fofos, coloridos e deliciosos. Lembram um pouco do nosso doce “bem casados”, porem é mais leve e refinado. Os macarons que eu mais gostei “na vida” foram os da Pierre Hermé, e tem uma loja linda na Champs Elysee. Avenida que também se encontra muitos cafés e restaurantes ótimos. Eu acertei na escolha, quando entrei no Restaurante e Café Avenue Des Champs-Élysées. Acabei indo dois dias seguidos e acertei em todos os pedidos, inclusive na sobremesa típica francesa que é o Crème Brûlée, no restaurante tem um garçom que fala muito bem português e uma versão do cardápio também em português, além disso, os valores não assustam o freguês. Outra coisa que lembro com saudades é dos iogurtes brancos, com mel cristalizado e uma granola diferenciada, não sei explicar com palavras como é bom, tem que comer. Eles são fáceis de encontrar em padarias e lanchonetes. Por sorte tinha esse iogurte no café da manhã do Hotel que fiquei hospedada. Foi Lindo!!!

p1 (1)
p1 (5)
p1 (3)
p1 (4)
p1 (2)

Cheguei à Paris já era um pouco tarde e chovia muito, o que dificulta bastante o passeio. Mesmo assim fui direto para rua, passando pelo Arco do Triunfo e chegando na avenida Champs Elysee, que estava maravilhosa toda decorada para o Natal. A cidade luz estava mais iluminada do que nunca. Andei por toda avenida com a intenção de chegar até a Place de La Concorde onde fica a enorme roda gigante, para dar uma voltinha e ver a cidade lá de cima, mas o frio e a chuva me fizeram desistir.

Seguindo meu roteiro (texto 1), fui caminhando até a galeria Lafayette a mais famosa de Paris. Não é perto, mas a beleza, a arquitetura e o arzinho parisiense fazem valer a pena. Como já era de se esperar, a galeria deu show na decoração de Natal, não tinha nada tradicional como: arvores de pinheiros, luzinhas pisca-pisca e Papai Noel. A Galeria Lafayette parecia uma enorme e colorida loja de doces, com uma arvore de natal cheia de guloseimas e balões coloridos se movendo por toda parte. Achei maravilhoso e criativo, a mais linda “da vida”.

p2 (2)
p2 (1)
p2 (5)
p2 (3)
p2 (4)

No segundo dia o sol apareceu um pouquinho, mas logo ficou nublado, o que já era bom porque não estava chovendo. O primeiro destino foi a Torre Eiffel, e para ganhar tempo optamos por pegar um metrô, o metrô de Paris funciona muito bem e existe uma estação bem próxima à torre.

É possível chegar bem perto da Torre e passar por baixo dela, sem necessidade de bilhete, pode apenas esperar as filas e passar pela segurança. Se o seu desejo for subir na torre, tire um dia para fazê-lo, pois as filas são enormes e é necessário comprar um bilhete para subir, tanto de escada, quanto de elevador, é aconselhável que realize a compra antecipada, assim evitará a fila da bilheteria e irá direto para a fila da subida. Mas só de entrar no lugar reservado da torre já foi ótimo, e rendeu lindas fotos.

Mais tarde fui andando na beira do rio Sena, passando pelo Louvre, Catedral de Notre-Dame, muitas pontes e lugares lindos, um mais incrível que o outro. Fechando a noite com algumas comprinhas em uma farmácia que é famosa por ser a farmácia mais barata de Paris. Não deu tempo de fazer muitas comparações com outras farmácias, mas o lugar estava lotado, difícil de mexer. A diversidade de cosméticos é assustadora, lá você encontra de tudo, todas as marcas. Eu pirei, e saí feliz da vida com meus cremes e óleos novos. O nome da Farmácia é City Pharma, e ela fica na rua Deu Four 75006.

p3 (7)
p3 (2)
p3 (1)
p3 (3)
p3 (5)
p3 (4)
p3 (6)

O terceiro dia começou cedo, pois fomos até o Jardim de Luxerburgo que é maravilhoso e enorme. Adorei ver os parisienses caminhando, correndo e levando as crianças no parque, me pareceu que eles vivem muito bem. Depois passamos por pontes e mais pontes, chegando até a Place Dauphine que é onde o protagonista Will do filme “Como Eu Era Antes de Você” fala para Luisa (par romântico) visitar assim que estivesse em Paris. Como não sou boba nem nada, fui conferir a “tal praça”, não achei nada demais, mas a região onde ela fica é linda, com todos os cadeados nas pontes. Acho que o mês influenciou na beleza da praça, porque no filme ela vai em setembro, e eu fui em dezembro. Só pode ter sido isso, o Will jamais erraria.

Todo esse roteiro foi realizado no período da manhã, porque a tarde o destino já era certo. Disneylândia. Sim, eu consegui convencer o Tobias a ir na Disney Paris comigo para ver o Mickey, não foi uma tarefa fácil. Mas foi ótimo, o desfile de natal é muito bonitinho e apesar do frio congelante deu para conhecer o parque, que fiquei até anoitecer para ver o castelo da Cinderela brilhar e acender os fogos. Fui e voltei do parque de metrô, é simples, mas você precisa comprar um bilhete especial para o destino da Disney. Os ingressos do parque eu comprei antecipadamente no site oficial. Melhor deixar tudo pronto, para não ter nenhuma surpresa desagradável. Para se alimentar no parque a melhor opção está fora dele, na Planet Hollywood, que tem sanduiches incríveis e Chopp gelado.

p4 (8)
p4 (9)
p4 (2)
p4 (10)
p4 (1)
p4 (4)
p4 (3)
p4 (5)
p4 (7)
p4 (6)

Como meu voo era no início da tarde, aproveitei a manhã para dar mais uma volta na avenida Champs Elysee e finalmente andar na roda gigante, a fila não estava grande e o dia estava bonito. As fotos tiradas do alto ficaram ótimas e a as que tiramos no Jardim des Tuileries com a roda gigante ao fundo, melhores ainda. Depois, caminhamos até a ponte Alexandre III que é muito famosa e continuamos a sessão de fotos, como de costume. Então já era hora de correr para o aeroporto e voltar para casa. Foi uma ótima viagem e deixou muita saudade. Eu amo Paris…

p5 (1)
p5 (4)
p5 (2)
p5 (3)

Sobre
31 anos, natural de Três Pontas, consultora de imagem pessoal e visagista. Maquiadora profissional e ministrante de cursos de maquiagem. Especialista em image e styling pelo instituto Marangoni. Mora atualmente em Roma (Itália) desde outubro, e seu objetivo é aprender sobre a língua, a cultura e a moda italiana. Também viaja e conhece outros países. Gosta de fotografar os lugares que visita.

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados