Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Regras para escolher uma franquia em uma cidade pequena

Regras para escolher uma franquia em uma cidade pequena
15:00 pm ,14 de março de 2018

Vamos adotar a máxima para instalar um negócio: nunca procure um negócio para o seu ponto, mas procure um ponto para o seu negócio!

É fácil, basta seguir algumas regras para não cair em armadilhas, que muitas vezes você mesmo monta.

Regra 1 – Tenha Clareza Com Que Negócio Você Se Identifica

Se estiver pensando: “Na minha cidade está faltando este ou aquele negócio!” Pare já!

De nada adianta se você não tiver uma forte identificação com este negócio que falta na sua cidade. Não adianta gostar de comer pizza, você precisa saber se gosta de fazer, servir, entregar, cobrar e manter o local que faz a pizza.

Regra 2 – É Pizza! Agora Sim Vamos Ver o Tamanho de Seu Mercado

Para medir o potencial de seu mercado para, por exemplo, uma pizzaria, vá ao site do IBGE e veja quantas famílias residentes há na sua localidade (vamos calcular que dos 70 mil habitantes tenhamos 15 mil famílias) e, entenda que nem todas estarão dispostas a consumirem a sua pizza. De um mercado potencial (15 mil famílias multiplicado por 1,5 pizzas por mês de consumo médio) de 22.500 pizzas você conseguirá conquistar no máximo 3%, nada mais que 675 pizzas mensais por R$45 o ticket médio terá um faturamento estimado em R$30 mil por mês. Nada mal, tem mercado para o seu sonho, mas lembre-se que 78% dos consumidores de um estabelecimento não se deslocam mais de 1 km para consumir. Localização perto de seu público alvo será fundamental.

Regra 3 – Buscar Um Negócio Com o Qual Você Se Identifica e Com Mercado na Sua Localidade

Dê um Google e busque franquias pizza, veja todas e comece uma seleção visitando o franqueador e conhecendo pessoalmente o negócio. Pode sair caro esta visita, mas é absolutamente fundamental para você eliminar aquelas que:

· Possuam modelos de negócios fora do conceito que você deseja;

· Você não tenha sido bem atendido pelo franqueador, ou mesmo que tenha sido atendido por intermediários (consultores/corretores), que define o tipo de atendimento quando você for franqueado;

· A COF (Circular de Oferta de Franquias), documento de oferta do negócio não corresponda exatamente com o que lhe falaram e mais, que nada tenha com as unidades que você visitou;

· Os franqueados ou ex-franqueados (a lista deve estar na COF) visitados (pelo menos 4 de cada franquia) não lhe estimularam a entrar no negócio ou mesmo lhe passaram informações que não combinam com o estipulado na COF;

· Possuem vários modelos que tentam se adaptar a vários mercado – você vai comprar a experiência de um franqueador que conheça profundamente um negócio e não vários;

· O franqueador não tenha unidades próprias (onde ele testa primeiro para depois passar aos franqueados) e que além de serem exatamente iguais estão funcionando há mais de 2 anos;

· O franqueador que não faça um cuidadoso estudo de mercado e localização para garantir que o negócio tenha sucesso, ou mesmo que lhe diga que o modelo dele funciona em qualquer mercado ou ainda que você possa adaptar o negócio ao mercado local.

Regra 4 – Agora o Seu Capital x A Necessidade Daquela Sua Franquia Escolhida

Agora o drama! O capital exigido para abrir aquela sua franquia escolhida é superior a sua disponibilidade. Bom, duas coisas podem estar acontecendo: uma é que o modelo de negócio não é adequado ao mercado (que lhe dará um faturamento estimado de R$30 mil no exemplo) exigindo um investimento muito alto sem o retorno prometido.

Outra: o modelo e o investimento são adequados, mas você não possui os recursos exigidos. Não desista, passe o “chapéu” pela família, amigos e, lembre-se que você deverá ter uma reserva para o Capital de Giro para pelo menos os primeiros seis meses do negócio.

Regra 5 – Sucesso Antes de Trabalho Somente no Dicionário

É franquia, e boa! Foi muito bem selecionada e treinei muito. Mas não funciona sozinha, vai ter que trabalhar e muito. Sabe aquela boa vida que uma cidade de 70 mil habitantes lhe oferece, acabou!

Mas uma promessa de vida estressante dirigindo e operando uma franquia, associada ao sucesso e felicidade, vale a pena.

Fonte: Marcus Rizzo.

Jorge Ishida
Executivo em Franchising
jorge.ishida@hotmail.com

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados