Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Setor de alimentos estima crescimento vigoroso em 2018

Setor de alimentos estima crescimento vigoroso em 2018
15:00 pm ,3 de setembro de 2018

A indústria de alimentos teve um aumento de 4,6% no ano de 2017, com aumento no faturamento de 1,01%, o que levou a alcançar a cifra de R$ 642 bilhões e a representar 9,8% do Produto Interno Bruto (PIB) de 9,8%, conforme relatório anual da Associação Brasileira das Indústrias de Alimentos (ABIA).

Segundo a ABIA, o setor de alimentos soma 81% de todo o valor e aumentou 4,7% em 2017. Já o segmento de bebidas ficou com 19%, apresentando aumento de 4,2% no mesmo ano.

A associação mostra que houve aumento de 1,25% no setor de alimentos no ano de 2017. Em contrapartida, no ano de 2015, ele teve uma queda de 2,9%, enquanto a queda de 2016 foi de 0,98%. Já para 2018, a ABIA prevê um aumento entre 2,5% e 2,9%.

O consumo brasileiro aumentou 4,6% no ano passado. De acordo com o relatório da ABIA, o varejo alimentar teve crescimento de 3,8%, com as vendas fora do lar indo a 6,2%. A instituição espera avanço de 2,7% a 2,9% nas vendas do mercado de alimentos.

ABIA tem expectativas positivas para o ano de 2018

Para a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos, a queda da inflação no ano passado é um dos fatores que gerou expectativas favoráveis para 2018, uma vez que nesse período os preços dos alimentos baixaram. Isso foi possível devido à supersafra agrícola em 2017, o que refletiu no crescimento do consumo em diversos setores da economia.

De acordo com o presidente da ABIA, o avanço para este ano deve ser de 2,6% a 2,8% em faturamento real do segmento, já descontada a inflação de 2,7% prevista para o ano.

A previsão de aumento é de 1,9% para o PIB brasileiro em 2018, de acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI). Ele ainda confirma ter esperanças de otimização das exportações de alimentos e breve recuperação do consumo brasileiro por conta da queda da inflação de 2018.

O bom desempenho que houve no ano de 2017 contribuiu ricamente nas vendas dos supermercados que conseguiram crescer 1,25%, comparado a 2016, segundo informações relatadas pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras) no começo deste ano. A instituição conta com um aumento de 3% para as vendas de 2018, segundo base de cálculos sob a inflação oficial (IPCA/IBGE).

Setor de alimentos – maior empregador na indústria de transformação

A ABIA aponta o setor como o maior empregador na indústria de transformação do Brasil, já que emprega 1,6 milhões de pessoas diretamente.

A instituição alega que a indústria de alimentos e bebidas é de grande importância para a balança comercial do Brasil. De acordo com a ABIA, no ano de 2017, os alimentos processados alcançaram US$ 33,4 bilhões dos US$ 67 bilhões da balança comercial do Brasil.

Para pessoas que apreciam uma boa e deliciosa sobremesa, a Fin’Arte oferece ótimas opções como brownie de chocolate, por exemplo. É uma empresa que conta com uma loja virtual, a fim de oferecer uma maior praticidade à vida das pessoas, além de mais de 500 pontos de venda em São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná entre outros.

Website: http://finartealimentos.com.br/

Comentarios

Comentarios

Copyright © 2015 WEspanha. Todos os direitos reservados